Secretário de Estado antevê dificuldades no pré-olímpico

  • Carlos Almeida encoraja selecção de basquetebol
Luanda – O Secretário de Estado Para os Desportos, Carlos Almeida, reconheceu nesta quarta-feira, em Luanda, que será “muito” difícil a selecção nacional sénior masculina de basquetebol se qualificar aos Jogos Olímpicos no torneio pré-olímpico, que inicia a 29 próximo em Caunas, Lituânia.

Falando à imprensa, após presenciar o último treino do combinado nacional, realizado no pavilhão do Dream Space, em Viana, afirmou que independentemente da qualidade dos adversários, não descarta, no entanto, a hipótese de qualificação.

O antigo capitão do 1º de Agosto e dos campeões africanos disse ter assistido ao treino para perceber o estado anímico do conjunto, porque considera importante que os aspectos psíco-emocionais estejam equilibrados.

Sobre os adversários na fase inicial (Polónia e Eslovénia), referiu serem selecções de topo na Europa, mas que é possível triunfar.

O combinado nacional segue às 22 horas para o Reino de Espanha, onde vai prosseguir com a preparação visando a prova que qualifica para os Jogos Olímpicos, de 23 de Julho a 8 de Agosto, em Tóquio (Japão).

Depois das triagens, o seleccionador nacional, o espanhol Josep Clarós, definiu para a Lituânia:

Selton Miguel, do West Oaks Academy, Joshua Kishila (Sagu Texas) e Eric Amândio (oriundos dos Estados Unidos), Edson Ndoniema, Gildo Santos, Teotónio Dó, Jilson Bango, Pedro Bastos, Malick Cissé e Eduardo Mingas (1º de Agosto), Abubakar Gakó, Leonel Paulo (Petro de Luanda), Alexandre Jungo e Jonatão Jungo, ambos do Interclube.

Os internacionais Yanick Moreira, do AEK de Atenas, e Bruno Fernando, do Atlanta Hawks da NBA, devem integrar a selecção em Espanha.

Falando à imprensa, após presenciar o último treino do combinado nacional, realizado no pavilhão do Dream Space, em Viana, afirmou que independentemente da qualidade dos adversários, não descarta, no entanto, a hipótese de qualificação.

O antigo capitão do 1º de Agosto e dos campeões africanos disse ter assistido ao treino para perceber o estado anímico do conjunto, porque considera importante que os aspectos psíco-emocionais estejam equilibrados.

Sobre os adversários na fase inicial (Polónia e Eslovénia), referiu serem selecções de topo na Europa, mas que é possível triunfar.

O combinado nacional segue às 22 horas para o Reino de Espanha, onde vai prosseguir com a preparação visando a prova que qualifica para os Jogos Olímpicos, de 23 de Julho a 8 de Agosto, em Tóquio (Japão).

Depois das triagens, o seleccionador nacional, o espanhol Josep Clarós, definiu para a Lituânia:

Selton Miguel, do West Oaks Academy, Joshua Kishila (Sagu Texas) e Eric Amândio (oriundos dos Estados Unidos), Edson Ndoniema, Gildo Santos, Teotónio Dó, Jilson Bango, Pedro Bastos, Malick Cissé e Eduardo Mingas (1º de Agosto), Abubakar Gakó, Leonel Paulo (Petro de Luanda), Alexandre Jungo e Jonatão Jungo, ambos do Interclube.

Os internacionais Yanick Moreira, do AEK de Atenas, e Bruno Fernando, do Atlanta Hawks da NBA, devem integrar a selecção em Espanha.