Selecção feminina viaja para Yaoundé  

  • Selecção nacional procura melhoria da classificação anterior
Luanda – A selecção angolana sénior feminina de basquetebol viaja, terça-feira, para a cidade camaronesa de Yaoundé, onde disputa, de 17 a  26 do corrente mês, o Campeonato Africano das Nações “Afrobasket2021”, informou hoje à Angop, em Luanda, fonte federativa.

A vice-presidente da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), Nacissela Maurício, explicou que a equipa irá em voo fretado, devendo estar no local da prova três dias antes do arranque da competição, face o cumprimento de quarentena institucional, contrariando informações que apontavam a deslocação do grupo para esta segunda-feira

Bi-campeã africana, a equipa nacional preparou-se durante cerca de 45 dias e efectuou nove jogos de controlo, com realce para o último, sábado, diante da equipa sénior feminina da Academia do 1º de Agosto, a quem venceu por 108-42.

Angola integra o grupo B, com as selecções da Nigéria, campeã em título, e de Moçambique.

Para a competição, o seleccionador Walter Costa conta com as bases Italee Lucas, Finesa Eusébio, Regina Pequena, as extremos Romira Daniel, Rosa Gala, Clarisse Mpaka, Ana Gonçalves, as extremos postes Avelina Peso, Nadir Manuel, Whitney Miguel e as postes Cristina Matiquite e Angelina Golombe.

Na sua última participação em 2019, em Dakar (Senegal), Angola ocupou a quinta posição. O país conquistou o Afrobasket em 2011, em Bamako (Mali) e em 2013, na capital moçambicana (Maputo).

 

A vice-presidente da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), Nacissela Maurício, explicou que a equipa irá em voo fretado, devendo estar no local da prova três dias antes do arranque da competição, face o cumprimento de quarentena institucional, contrariando informações que apontavam a deslocação do grupo para esta segunda-feira

Bi-campeã africana, a equipa nacional preparou-se durante cerca de 45 dias e efectuou nove jogos de controlo, com realce para o último, sábado, diante da equipa sénior feminina da Academia do 1º de Agosto, a quem venceu por 108-42.

Angola integra o grupo B, com as selecções da Nigéria, campeã em título, e de Moçambique.

Para a competição, o seleccionador Walter Costa conta com as bases Italee Lucas, Finesa Eusébio, Regina Pequena, as extremos Romira Daniel, Rosa Gala, Clarisse Mpaka, Ana Gonçalves, as extremos postes Avelina Peso, Nadir Manuel, Whitney Miguel e as postes Cristina Matiquite e Angelina Golombe.

Na sua última participação em 2019, em Dakar (Senegal), Angola ocupou a quinta posição. O país conquistou o Afrobasket em 2011, em Bamako (Mali) e em 2013, na capital moçambicana (Maputo).