Vela angolana cumpre primeiro dia de prova nas olimpíadas

  • Vela - uma das modalidades extintas no Petro de Luanda
Luanda - A dupla angolana de vela nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 cumpriu, esta quarta-feira, o seu primeiro dia de prova, tendo registado o modesto 18º lugar, entre 19 participantes, na segunda regata na especialidade de 470, disputada na localidade de Enoshima.

Constituída por Matias Montinho e Paixão Afonso, a equipa nacional não terminou a primeira regata e na segunda ficou somente à frente da Samoa Americana, pelo que ocupa, no geral, a 19ª e última posição desta especialidade, que volta a competir quinta e sexta-feira.

Segundo o site da organização, Angola somou em duas corridas 38 net (denominação técnica de pontuação), numa competição em que se sagra vencedor aquele que obtiver o menor número de pontos no cômputo geral.

O pódio é ocupado pela Austrália com 7 net, Nova Zelândia (8) e Espanha com 11.

A competição nesta especialidade prossegue de 29 deste mês a 4 de Agosto, com excepção do próximo dia 3.

 

Constituída por Matias Montinho e Paixão Afonso, a equipa nacional não terminou a primeira regata e na segunda ficou somente à frente da Samoa Americana, pelo que ocupa, no geral, a 19ª e última posição desta especialidade, que volta a competir quinta e sexta-feira.

Segundo o site da organização, Angola somou em duas corridas 38 net (denominação técnica de pontuação), numa competição em que se sagra vencedor aquele que obtiver o menor número de pontos no cômputo geral.

O pódio é ocupado pela Austrália com 7 net, Nova Zelândia (8) e Espanha com 11.

A competição nesta especialidade prossegue de 29 deste mês a 4 de Agosto, com excepção do próximo dia 3.