Verstappen cava vantagem de 18 pontos sobre Hamilton

Luanda – Max Verstappen, em Red Bull-Honda, regressa ao Red Bull Ring no próximo fim-de-semana para a 9ª jornada do Campeonato do Mundo de Fórmula 1, o Grande Prémio da Áustria, com superioridade de 18 pontos relativamente a Lewis Hamilton, seu principal opositor.

Até então com vantagem de 12 pts, o automobilista neerlandês aumentou para mais seis após triunfo domingo no Grande Prémio da Estíria (Áustria) de fio a pavio, liderando as 71 voltas da ronda oito do Mundial de modalidade.

Antes de vencer na Áustria, a Red Bull-Honda, que soma cinco triunfos em 2021, também ganhou as rondas cinco (Mónaco), seis (Azerbaijão) e sete (França).

No Red Bull Ring, o britânico Hamilton, incapaz de acompanhar o ritmo de Verstappen, limitou-se à gestão (possível) dos danos, terminando na segunda posição e realizando paragem extra tardia nas boxes, para montagem de pneus Pirelli novos.

A manobra permitiu atacar a volta mais rápida do grande prémio – missão que cumpriu na 71.ª das 71 voltas ao circuito de Spielberg – e, assim, ganhar um ponto de bónus que pode tornar-se importante nas contas finais do campeonato.

A Fórmula 1 continua com sua série de três corridas em finais-de-semanas consecutivos e permanece no Red Bull Ring, para a disputa do GP da Áustria, entre os dias 2 e 4 de Julho.
 
Para o próximo evento, teoricamente, prevê-se corrida mais competitiva, não por aproximação da Mercedes-AMG à Red Bull-Honda, mas devido à utilização da gama mais macia de pneus Pirelli, compostos diferentes dos utilizados na prova anterior.
 
Classificações após a disputa domingo do Grande Prémio da Estíria

1.º Max Verstappen, Red Bull-Honda, 1:22.18,925 horas
2.º Lewis Hamilton, Mercedes-AMG, +35,743 s
3.º Valtteri Bottas, Mercedes-AMG, +46,907 s
4.º Sergio Pérez, Red Bull-Honda, +47,434 s
5.º Lando Norris, McLaren-Mercedes, +1 volta
6.º Carlos Sainz Jr., Ferrari, +1 volta
7.º Charles Leclerc, Ferrari, +1 volta
8.º Lance Stroll, Aston Martin-Mercedes, +1 volta
9.º Fernando Alonso, Alpine-Renault, +1 volta
10.º Yuki Tsunoda, AlphaTauri-Honda, +1 volta
11.º Kimi Räikkönen, Alfa Romeo-Ferrari, +1 volta
12.º Sebastian Vettel, Aston Martin-Mercedes, +1 volta
13.º Daniel Ricciardo, McLaren-Mercedes, +1 volta
14.º Esteban Ocon, Alpine-Renault, +1 volta
15.º Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo-Ferrari, +1 volta
16.º Mick Schumacher, Haas-Ferrari, +2 voltas
17.º Nicholas Latifi, Williams-Mercedes, +3 voltas
18.º Nikita Mazepin, Haas-Ferrari, +3 voltas

Volta mais rápida: Lewis Hamilton, Mercedes-AMG, com 1.07,058 m, na volta 71
 
Mundial de Pilotos

1.º Max Verstappen, 156 pontos
2.º Lewis Hamilton, 138 pontos
3.º Sergio Pérez, 96 pontos
4.º Lando Norris, 86 pontos
5.º Valtteri Bottas, 74 pontos
6.º Charles Leclerc, 58 pontos
7.º Carlos Sainz Jr., 50 pontos
8.º Pierre Gasly, 37 pontos
9.º Daniel Ricciardo, 34 pontos
10.º Sebastian Vettel, 30 pontos
11.º Fernando Alonso, 19 pontos
12.º Lance Stroll, 14 pontos
13.º Esteban Ocon, 12 pontos
14.º Yuki Tsunoda, 9 pontos
15.º Kimi Räikkönen, 1 ponto
16.º Antonio Giovinazzi, 1 ponto
17.º George Russell, 0 pontos
18.º Mick Schumacher, 0 pontos
19.º Nicholas Latifi, 0 pontos
20.º Nikita Mazepin, 0 pontos
 
Mundial de Construtores

1.º Red Bull-Honda, 252 pontos
2.º Mercedes-AMG, 212 pontos
3.º McLaren-Mercedes, 120 pontos
4.º Ferrari, 108 pontos
5.º AlphaTauri-Honda, 46 pontos
6.º Aston Martin-Mercedes, 44 pontos
7.º Alpine-Renault, 31 pontos
8.º Alfa Romeo-Ferrari, 2 pontos
9.º Williams-Mercedes, 0 pontos
10.º Haas-Ferrari, 0 pontos

 

Até então com vantagem de 12 pts, o automobilista neerlandês aumentou para mais seis após triunfo domingo no Grande Prémio da Estíria (Áustria) de fio a pavio, liderando as 71 voltas da ronda oito do Mundial de modalidade.

Antes de vencer na Áustria, a Red Bull-Honda, que soma cinco triunfos em 2021, também ganhou as rondas cinco (Mónaco), seis (Azerbaijão) e sete (França).

No Red Bull Ring, o britânico Hamilton, incapaz de acompanhar o ritmo de Verstappen, limitou-se à gestão (possível) dos danos, terminando na segunda posição e realizando paragem extra tardia nas boxes, para montagem de pneus Pirelli novos.

A manobra permitiu atacar a volta mais rápida do grande prémio – missão que cumpriu na 71.ª das 71 voltas ao circuito de Spielberg – e, assim, ganhar um ponto de bónus que pode tornar-se importante nas contas finais do campeonato.

A Fórmula 1 continua com sua série de três corridas em finais-de-semanas consecutivos e permanece no Red Bull Ring, para a disputa do GP da Áustria, entre os dias 2 e 4 de Julho.
 
Para o próximo evento, teoricamente, prevê-se corrida mais competitiva, não por aproximação da Mercedes-AMG à Red Bull-Honda, mas devido à utilização da gama mais macia de pneus Pirelli, compostos diferentes dos utilizados na prova anterior.
 
Classificações após a disputa domingo do Grande Prémio da Estíria

1.º Max Verstappen, Red Bull-Honda, 1:22.18,925 horas
2.º Lewis Hamilton, Mercedes-AMG, +35,743 s
3.º Valtteri Bottas, Mercedes-AMG, +46,907 s
4.º Sergio Pérez, Red Bull-Honda, +47,434 s
5.º Lando Norris, McLaren-Mercedes, +1 volta
6.º Carlos Sainz Jr., Ferrari, +1 volta
7.º Charles Leclerc, Ferrari, +1 volta
8.º Lance Stroll, Aston Martin-Mercedes, +1 volta
9.º Fernando Alonso, Alpine-Renault, +1 volta
10.º Yuki Tsunoda, AlphaTauri-Honda, +1 volta
11.º Kimi Räikkönen, Alfa Romeo-Ferrari, +1 volta
12.º Sebastian Vettel, Aston Martin-Mercedes, +1 volta
13.º Daniel Ricciardo, McLaren-Mercedes, +1 volta
14.º Esteban Ocon, Alpine-Renault, +1 volta
15.º Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo-Ferrari, +1 volta
16.º Mick Schumacher, Haas-Ferrari, +2 voltas
17.º Nicholas Latifi, Williams-Mercedes, +3 voltas
18.º Nikita Mazepin, Haas-Ferrari, +3 voltas

Volta mais rápida: Lewis Hamilton, Mercedes-AMG, com 1.07,058 m, na volta 71
 
Mundial de Pilotos

1.º Max Verstappen, 156 pontos
2.º Lewis Hamilton, 138 pontos
3.º Sergio Pérez, 96 pontos
4.º Lando Norris, 86 pontos
5.º Valtteri Bottas, 74 pontos
6.º Charles Leclerc, 58 pontos
7.º Carlos Sainz Jr., 50 pontos
8.º Pierre Gasly, 37 pontos
9.º Daniel Ricciardo, 34 pontos
10.º Sebastian Vettel, 30 pontos
11.º Fernando Alonso, 19 pontos
12.º Lance Stroll, 14 pontos
13.º Esteban Ocon, 12 pontos
14.º Yuki Tsunoda, 9 pontos
15.º Kimi Räikkönen, 1 ponto
16.º Antonio Giovinazzi, 1 ponto
17.º George Russell, 0 pontos
18.º Mick Schumacher, 0 pontos
19.º Nicholas Latifi, 0 pontos
20.º Nikita Mazepin, 0 pontos
 
Mundial de Construtores

1.º Red Bull-Honda, 252 pontos
2.º Mercedes-AMG, 212 pontos
3.º McLaren-Mercedes, 120 pontos
4.º Ferrari, 108 pontos
5.º AlphaTauri-Honda, 46 pontos
6.º Aston Martin-Mercedes, 44 pontos
7.º Alpine-Renault, 31 pontos
8.º Alfa Romeo-Ferrari, 2 pontos
9.º Williams-Mercedes, 0 pontos
10.º Haas-Ferrari, 0 pontos