ANPG prorroga prazo para anúncio do resultado de licitação 2020

  • Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANPG) é a concessionaria do sector petrolífero em Angola
Luanda – A Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANPG) prorrogou, por um período de sete dias úteis, a contar do dia 14 de Setembro, o prazo para o anúncio do resultado da adjudicação do concurso referente ao processo de licitação das concessões petrolíferas/2020.

 A extensão do respectivo prazo é justificada pelo facto de ser insuficiente o prazo estabelecido para o dia 14 deste mês, visando uma análise adequada das propostas apresentadas ao concurso público para a licitação de novos blocos petrolíferos, lançado no dia 30 de Abril do corrente ano.

Segundo uma nota de imprensa chegada esta quinta-feira à ANGOP, o alargamento do prazo permitirá, igualmente, garantir a devida transparência do processo de licitação.

Na qualidade de Concessionária Nacional, no âmbito da Estratégia Geral de Atribuição de Concessões Petrolíferas para o período de 2019-2025, aprovada pelo Decreto Presidencial n.º 52/19, de 18 de Fevereiro, a ANPG tem por finalidade regular, fiscalizar e promover a execução das actividades petrolíferas, nomeadamente as operações e a contratação, no domínio dos petróleos, gás e biocombustíveis.

 A extensão do respectivo prazo é justificada pelo facto de ser insuficiente o prazo estabelecido para o dia 14 deste mês, visando uma análise adequada das propostas apresentadas ao concurso público para a licitação de novos blocos petrolíferos, lançado no dia 30 de Abril do corrente ano.

Segundo uma nota de imprensa chegada esta quinta-feira à ANGOP, o alargamento do prazo permitirá, igualmente, garantir a devida transparência do processo de licitação.

Na qualidade de Concessionária Nacional, no âmbito da Estratégia Geral de Atribuição de Concessões Petrolíferas para o período de 2019-2025, aprovada pelo Decreto Presidencial n.º 52/19, de 18 de Fevereiro, a ANPG tem por finalidade regular, fiscalizar e promover a execução das actividades petrolíferas, nomeadamente as operações e a contratação, no domínio dos petróleos, gás e biocombustíveis.