BDA leva novos produtos financeiros à Feira de Benguela

  • Agricultores aumentam áreas de produção através de trabalho mecanizado
Benguela – O Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA) está a operacionalizar quatros novos produtos financeiros ligados ao sector da agricultura, máquinas e infra-estruturas, cuja concessão de créditos é por si assumida, soube hoje a ANGOP.

Segundo o responsável de comunicação institucional e marketing do referido banco, Fernando Simões, que falava à ANGOP no âmbito da 10ª edição da Feira Internacional de Benguela, aberta nesta quinta-feira, trata-se dos créditos de campanha agrícola e para máquinas e equipamentos agrícolas.

A esses, acrescenta-se o Crédito para infra-estruturas de apoio à produção agrícola e o Crédito de investimentos agrícola, disse.

O responsável informou que o valor do crédito está dependente da tipologia do crédito e da quantidade de hectares disponíveis.

A título de exemplo, para o crédito de máquinas e equipamentos agrícolas, destinado a micro, pequenas, médias e grandes empresas, cuja cobertura do BDA é de até 95 por cento do financiamento, a instituição disponibiliza um crédito de Kz 34 milhões e 371 mil, para uma área de cinco hectares. O desembolso é em prestação única e o reembolso semestral num prazo de até 60 meses com carência de 12 a 24 meses.

Para uma dimensão de cinco a 10 hectares, disponibiliza Kz 103 milhões e 46 mil, com desembolso em prestação única e reembolso semestral num prazo de até 60 meses com carência de 12 a 24 meses.

Já uma área de 10 a 50 hectares recebe um financiamento de 687 milhoes, 219 mil Kz, com desembolso em prestação única trimestral  num prazo de até 60 meses com carência de 12 a 24 meses.

Para uma área de 50 hectares, o montante disponibilizado é de um bilião, 717 milhões e 047 mil Kz, com desembolso em prestação única trimestral  num prazo de até 60 meses com carência de 12 a 24 meses.

Em relação ao crédito de investimento agrícola, aquela instituição bancária disponibiliza Kz 137 milhões, 417 mil, com desembolso em prestação faseada e reembolso semestral num prazo de até 132 meses, com carência de 48 meses.

De cinco a 10 hectares, tem um financiamento de Kz 240 milhões, 530 mil em prestação faseada semestral, com igual período de carência e de tempo de reembolso.

Para uma área de 10 a 50 hectares, recebe um financiamento de Kz bilião, 30 milhões e 795 mil numa prestação faseada e reembolso trimestral de até 132 meses e carência de 48 meses.

Uma área de 50 hectares ou mais tem um financiamento de Kz três biliões, 435 milhões e 961 mil em prestação faseada e reembolso no prazo de até 132 mese, com carência de até 48 meses.

Os quatros produtos serão apresentados nesta sexta-feira (28) à classe empresarial.

A 10ª edição da FIB junta mais de 100 expositores, sendo 80 dos sectores do comércio e indústria, trinta criadores de gado e 10 representando grandes empresas de produção nacional.

Produtos nacionais dos sectores alimentar, bebidas, vestuário, construção civil, pescas, e internacionais de apoio à produção nacional, como fertilizantes e outros insumos agrícolas, máquinas agrícolas e de construção civil, podem ser vistos diariamente nos vários stands da feira, montada nas instalações do Estádio de Ombaka, das 11 às 18 horas.

Segundo o responsável de comunicação institucional e marketing do referido banco, Fernando Simões, que falava à ANGOP no âmbito da 10ª edição da Feira Internacional de Benguela, aberta nesta quinta-feira, trata-se dos créditos de campanha agrícola e para máquinas e equipamentos agrícolas.

A esses, acrescenta-se o Crédito para infra-estruturas de apoio à produção agrícola e o Crédito de investimentos agrícola, disse.

O responsável informou que o valor do crédito está dependente da tipologia do crédito e da quantidade de hectares disponíveis.

A título de exemplo, para o crédito de máquinas e equipamentos agrícolas, destinado a micro, pequenas, médias e grandes empresas, cuja cobertura do BDA é de até 95 por cento do financiamento, a instituição disponibiliza um crédito de Kz 34 milhões e 371 mil, para uma área de cinco hectares. O desembolso é em prestação única e o reembolso semestral num prazo de até 60 meses com carência de 12 a 24 meses.

Para uma dimensão de cinco a 10 hectares, disponibiliza Kz 103 milhões e 46 mil, com desembolso em prestação única e reembolso semestral num prazo de até 60 meses com carência de 12 a 24 meses.

Já uma área de 10 a 50 hectares recebe um financiamento de 687 milhoes, 219 mil Kz, com desembolso em prestação única trimestral  num prazo de até 60 meses com carência de 12 a 24 meses.

Para uma área de 50 hectares, o montante disponibilizado é de um bilião, 717 milhões e 047 mil Kz, com desembolso em prestação única trimestral  num prazo de até 60 meses com carência de 12 a 24 meses.

Em relação ao crédito de investimento agrícola, aquela instituição bancária disponibiliza Kz 137 milhões, 417 mil, com desembolso em prestação faseada e reembolso semestral num prazo de até 132 meses, com carência de 48 meses.

De cinco a 10 hectares, tem um financiamento de Kz 240 milhões, 530 mil em prestação faseada semestral, com igual período de carência e de tempo de reembolso.

Para uma área de 10 a 50 hectares, recebe um financiamento de Kz bilião, 30 milhões e 795 mil numa prestação faseada e reembolso trimestral de até 132 meses e carência de 48 meses.

Uma área de 50 hectares ou mais tem um financiamento de Kz três biliões, 435 milhões e 961 mil em prestação faseada e reembolso no prazo de até 132 mese, com carência de até 48 meses.

Os quatros produtos serão apresentados nesta sexta-feira (28) à classe empresarial.

A 10ª edição da FIB junta mais de 100 expositores, sendo 80 dos sectores do comércio e indústria, trinta criadores de gado e 10 representando grandes empresas de produção nacional.

Produtos nacionais dos sectores alimentar, bebidas, vestuário, construção civil, pescas, e internacionais de apoio à produção nacional, como fertilizantes e outros insumos agrícolas, máquinas agrícolas e de construção civil, podem ser vistos diariamente nos vários stands da feira, montada nas instalações do Estádio de Ombaka, das 11 às 18 horas.