BNA aumenta limites de levantamento e transferência em ATM e TPA

  • Banco Nacional de Angola
Luanda - O limite máximo diário de levantamento e de transferência de dinheiro em multicaixas (ATM) e Terminais de Pagamentos Automáticos (TPA) passou de 50 para 60 mil Kwanzas, determinou, nesta quinta-feira, o Banco Nacional de Angola (BNA).

Esta medida entra vigor dentro de 30 dias, a partir da data de sua publicação, segundo um Instrutivo do Banco Nacional de Angola (BNA) a que a ANGOP teve acesso.

Através do Instrutivo, o BNA estabelece os limites de valores para Emissão de Cheques, realização de operações na Rede Multicaixa e Sistemas de Compensação e Liquidação.

Para pagamentos por cartão, é fixado o valor de dezanove milhões, novecentos e noventa e nove mil, novecentos e noventa e nove Kwanzas e noventa e nove cêntimos (19.999.999,99).

O valor máximo por operação de pagamento para o Ministério das Finanças e o Instituto Nacional de Segurança Social está fixado ao limite de noventa e nove milhões, novecentos e noventa e nove mil, novecentos e noventa e nove Kwanzas e noventa e nove cêntimos (99.999.999,99).

Já para transferências iniciadas por cartão o valor é fixado em cinco milhões de Kwanzas.

O valor máximo diário de compras em Terminais de Pagamento Automático (TPA), por cartão de pagamento, é fixado em seis milhões de Kwanzas.

Para efeitos de cobrança de comissões nas operações de compra com o cartão multicaixa de valor superior a dois mil Kwanzas, cujo limite máximo é de cinco mil kwanzas, o valor a ser cobrado não deve exceder um por cento do valor da compra.

O presente Instrutivo é aplicável às Instituições Financeiras sob supervisão do Banco Nacional de Angola.

A rede interbancária angolana aumentou em 25 por cento o limite diário do levantamento de dinheiro nas caixas automáticas passando para 50 mil Kwanzas, a 01 de Abril de 2016.

Esta medida entra vigor dentro de 30 dias, a partir da data de sua publicação, segundo um Instrutivo do Banco Nacional de Angola (BNA) a que a ANGOP teve acesso.

Através do Instrutivo, o BNA estabelece os limites de valores para Emissão de Cheques, realização de operações na Rede Multicaixa e Sistemas de Compensação e Liquidação.

Para pagamentos por cartão, é fixado o valor de dezanove milhões, novecentos e noventa e nove mil, novecentos e noventa e nove Kwanzas e noventa e nove cêntimos (19.999.999,99).

O valor máximo por operação de pagamento para o Ministério das Finanças e o Instituto Nacional de Segurança Social está fixado ao limite de noventa e nove milhões, novecentos e noventa e nove mil, novecentos e noventa e nove Kwanzas e noventa e nove cêntimos (99.999.999,99).

Já para transferências iniciadas por cartão o valor é fixado em cinco milhões de Kwanzas.

O valor máximo diário de compras em Terminais de Pagamento Automático (TPA), por cartão de pagamento, é fixado em seis milhões de Kwanzas.

Para efeitos de cobrança de comissões nas operações de compra com o cartão multicaixa de valor superior a dois mil Kwanzas, cujo limite máximo é de cinco mil kwanzas, o valor a ser cobrado não deve exceder um por cento do valor da compra.

O presente Instrutivo é aplicável às Instituições Financeiras sob supervisão do Banco Nacional de Angola.

A rede interbancária angolana aumentou em 25 por cento o limite diário do levantamento de dinheiro nas caixas automáticas passando para 50 mil Kwanzas, a 01 de Abril de 2016.