Gestores de cooperativas ganham conhecimentos sobre gestão financeira

  • Cabinda: Agricultor Silvino Sumbo pede crédito do Prodesi para alavancar produção do feijão macunde
Cabinda – Dezoito gestores de cooperativas agro-pecuárias e de pescas dos municípios de Cabinda, Cacongo, Belize e Buco-Zau estão a ser dotados de conhecimentos sobre gestão financeira, numa acção formativa que arrancou na segunda-feira.

Durante cinco (5) dias, a acção formativa vai dotar os gestores de cooperativas de conhecimentos administrativos sobre aplicação racional dos recursos financeiros nos projectos de desenvolvimento da actividade agrícola.

Denominado Programa de Gestão de Negócios para Gestores de Cooperativas Agrícolas "Promove", o curso é da iniciativa do Ministério da Economia e do Planeamento, em parceria com o Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas (INAPEM), no quadro do Programa de Apoio a Produção Nacional, Diversificação das Exportações e Substituições de Importações(PRODESI).

Estão a ser tratados temas como “Gestao de Pessoas”, “Introdução à Contabilidade”, "Gestão Operacional”, “Marketing e Comunicação” e Direito Comercial”.

O coordenador do programa Promove, Manuel Maia, referiu que a acção formativa vai permitir que os gestores das cooperativas agrícolas adquiram noções essenciais de gestão para que os seus projectos agrícolas possam contribuir no crescimento da economia nacional.

O responsável solicitou aos gestores o aumento das capacidades de produção para a satisfação dos consumidores, uma vez que a província de Cabinda tem consumido muito o produto importado.

Para o Secretário Provincial da Agricultura e Pescas, André Fuca, a importância do curos é o de permitir que as cooperativas obtenham um conjunto de conhecimentos para atingirem as metas preconizadas na presente época agrícola.

Em Cabinda, no âmbito do Promove, 18 cooperativas agrícolas já beneficiaram recentemente de crédito avaliado em 285 milhões de kwanzas, no quadro do projecto de alívio económico, inserido no Prodesi.

 

 

 

 

Durante cinco (5) dias, a acção formativa vai dotar os gestores de cooperativas de conhecimentos administrativos sobre aplicação racional dos recursos financeiros nos projectos de desenvolvimento da actividade agrícola.

Denominado Programa de Gestão de Negócios para Gestores de Cooperativas Agrícolas "Promove", o curso é da iniciativa do Ministério da Economia e do Planeamento, em parceria com o Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas (INAPEM), no quadro do Programa de Apoio a Produção Nacional, Diversificação das Exportações e Substituições de Importações(PRODESI).

Estão a ser tratados temas como “Gestao de Pessoas”, “Introdução à Contabilidade”, "Gestão Operacional”, “Marketing e Comunicação” e Direito Comercial”.

O coordenador do programa Promove, Manuel Maia, referiu que a acção formativa vai permitir que os gestores das cooperativas agrícolas adquiram noções essenciais de gestão para que os seus projectos agrícolas possam contribuir no crescimento da economia nacional.

O responsável solicitou aos gestores o aumento das capacidades de produção para a satisfação dos consumidores, uma vez que a província de Cabinda tem consumido muito o produto importado.

Para o Secretário Provincial da Agricultura e Pescas, André Fuca, a importância do curos é o de permitir que as cooperativas obtenham um conjunto de conhecimentos para atingirem as metas preconizadas na presente época agrícola.

Em Cabinda, no âmbito do Promove, 18 cooperativas agrícolas já beneficiaram recentemente de crédito avaliado em 285 milhões de kwanzas, no quadro do projecto de alívio económico, inserido no Prodesi.