Sonangol triplica capacidade de enchimento de gás em Cabinda

  • Um centro de stockagem de gás butano (foto ilustração)
Cabinda – A Unidade de enchimento de gás butano da Sonangol, na província de Cabinda, aumentou a sua capacidade produtiva passando de três mil botijas de gás de 12 kg por dia para nove mil.

Unidade Fabril da Sonangol-EP, que se situa no Terminal Oceânico de Cabinda (TOC), na aldeia de Fútila, produz tal quantidade de garrafas de gás há 25 anos.

O aumento é marcado com a reinauguração da Unidade Fabril de Cabinda, que beneficiou de reabilitação, de Janeiro de 2020 a Junho de 2021, que consistiu na substituição dos equipamentos em estado obsoleto.

Foi igualmente acrescida a capacidade de armazenamento de gás de 72 metros cúbicos para 224 metros cúbicos. Uma capacidade que permitirá a disponibilidade do produto no mercado em aproximadamente 28 por cento com o aumento da bombagem do LPG e a automatização da totalidade do sistema de enchimento de garrafas, reduzindo em uma hora de atendimento contra as três horas anteriores.

O secretário de Estado para Petróleo e Gás, José Barroso, que reinaugurou a infra-estrutura, referiu que a província de Cabinda está agora bem servida e foram ultrapassados os constrangimentos que estavam ligados com a baixa oferta do produto no mercado.

“ Vamos continuar a auscultar e a ouvir a nossa população, assim como identificar os seus problemas para darmos soluções dos mesmos. O Executivo vai prosseguir com a melhoria de oferta de serviços e bens para as populações “, disse.

O governador de Cabinda, Marcos Nhunga, que se mostrou satisfeito, reconheceu os esforços da Sonangol-EP, que, respondeu às necessidades da população reabilitando a unidade fabril que agora tem condições técnicas e de segurança para o aumento da  oferta do gás.

Marcos Nhunga referiu, igualmente, como passo a seguir, a resolução da oferta de combustíveis (gasolina e gasóleo) para a província de Cabinda, que nos últimos meses tem provocado enormes filas devido a sua escassez.

Cabinda conta, para além da Unidade Fabil de Encchimento do TOC, com um posto de enchimento de botijas de gás, localizado na aldeia de Subantando, com uma capacidade de armazenamento de 27 metros cúbicos e de enchimento de 1000 garrafas por dia para atender cerca de 14 postos de revenda com cerca de 150 garrafas por cada revendedor.

Unidade Fabril da Sonangol-EP, que se situa no Terminal Oceânico de Cabinda (TOC), na aldeia de Fútila, produz tal quantidade de garrafas de gás há 25 anos.

O aumento é marcado com a reinauguração da Unidade Fabril de Cabinda, que beneficiou de reabilitação, de Janeiro de 2020 a Junho de 2021, que consistiu na substituição dos equipamentos em estado obsoleto.

Foi igualmente acrescida a capacidade de armazenamento de gás de 72 metros cúbicos para 224 metros cúbicos. Uma capacidade que permitirá a disponibilidade do produto no mercado em aproximadamente 28 por cento com o aumento da bombagem do LPG e a automatização da totalidade do sistema de enchimento de garrafas, reduzindo em uma hora de atendimento contra as três horas anteriores.

O secretário de Estado para Petróleo e Gás, José Barroso, que reinaugurou a infra-estrutura, referiu que a província de Cabinda está agora bem servida e foram ultrapassados os constrangimentos que estavam ligados com a baixa oferta do produto no mercado.

“ Vamos continuar a auscultar e a ouvir a nossa população, assim como identificar os seus problemas para darmos soluções dos mesmos. O Executivo vai prosseguir com a melhoria de oferta de serviços e bens para as populações “, disse.

O governador de Cabinda, Marcos Nhunga, que se mostrou satisfeito, reconheceu os esforços da Sonangol-EP, que, respondeu às necessidades da população reabilitando a unidade fabril que agora tem condições técnicas e de segurança para o aumento da  oferta do gás.

Marcos Nhunga referiu, igualmente, como passo a seguir, a resolução da oferta de combustíveis (gasolina e gasóleo) para a província de Cabinda, que nos últimos meses tem provocado enormes filas devido a sua escassez.

Cabinda conta, para além da Unidade Fabil de Encchimento do TOC, com um posto de enchimento de botijas de gás, localizado na aldeia de Subantando, com uma capacidade de armazenamento de 27 metros cúbicos e de enchimento de 1000 garrafas por dia para atender cerca de 14 postos de revenda com cerca de 150 garrafas por cada revendedor.