Falta de vacinação periga saúde do gado em Ombadja

  • Gado no pasto (Arquivo)
Ombadja (Cunene) – A falta de cobertura vacinal em toda extensão do município do Ombadja, província do Cunene, em três anos consecutivos, está a comprometer a saúde do gado, uma das principais riquezas da região.

De um total de 340 mil cabeças de gado bovino, por exemplo, apenas 150 mil foram vacinadas durante o ano transacto, enquanto em 2019 foram imunizadas 21 mil 532 cabeças.

Neste período, 698 cabeças do gado, entre bovino e caprino, foram afectadas por parasitose e carbúnculo sintomático, das quais 46 morreram, menos 907 em relação a idêntico período anterior.

Em declarações, hoje, à Angop, o administrador municipal de Ombadja, Hilário Sakelepo, considerou preocupante a situação, causada pela insuficiência de vacinas e  agravada pela seca cíclica que assola a região.

Informou que, para fazer face ao quadro clínico da saúde animal, as autoridades levaram a cabo uma campanha de desparasitação interna e externa, sobretudo do gado que apascenta ao longo das margens do rio Cunene.

Segundo o responsável, foram desparasitadas 33 mil 476 cabeças de gado bovino e 18 mil 874 caprinos nas localidades de Xangongo, Humbe e Naulila.

Ombadja é dos municípios do país mais ricos em gado, com uma estimativa de 400 mil cabeças de gado bovino, 483 mil caprinos, 31 mil 403 suínos, 26 mil 919 ovinos, cinco mil 167 equinos, nove mil 372 asininos e 267 mil 672 aves.

De um total de 340 mil cabeças de gado bovino, por exemplo, apenas 150 mil foram vacinadas durante o ano transacto, enquanto em 2019 foram imunizadas 21 mil 532 cabeças.

Neste período, 698 cabeças do gado, entre bovino e caprino, foram afectadas por parasitose e carbúnculo sintomático, das quais 46 morreram, menos 907 em relação a idêntico período anterior.

Em declarações, hoje, à Angop, o administrador municipal de Ombadja, Hilário Sakelepo, considerou preocupante a situação, causada pela insuficiência de vacinas e  agravada pela seca cíclica que assola a região.

Informou que, para fazer face ao quadro clínico da saúde animal, as autoridades levaram a cabo uma campanha de desparasitação interna e externa, sobretudo do gado que apascenta ao longo das margens do rio Cunene.

Segundo o responsável, foram desparasitadas 33 mil 476 cabeças de gado bovino e 18 mil 874 caprinos nas localidades de Xangongo, Humbe e Naulila.

Ombadja é dos municípios do país mais ricos em gado, com uma estimativa de 400 mil cabeças de gado bovino, 483 mil caprinos, 31 mil 403 suínos, 26 mil 919 ovinos, cinco mil 167 equinos, nove mil 372 asininos e 267 mil 672 aves.