Lubango realiza feira do empreendedor

Lubango – A Feira do Empreendedor edição 2020 foi aberta esta terça-feira, no Lubango, província da Huíla, visando estimular nova era de negócios e gerar mais empregos na região.

Inaugurada pela ministra da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Teresa Dias, o certame reúne 32 expositores de produtos virados aos ramos do comércio, indústria e prestação de serviço.

O mesmo decorre sob lema “empreendedorismo como fomento do auto-emprego em tempos de pandemia”, numa iniciativa do Centro Local de Empreendedorismo e Serviços de Emprego (Clese), adstrito ao Instituto Nacional de Formação Profissional (Inefop).

Falando à imprensa, a governante considerou estarem criados mecanismos para sustentabilidade de negócios, uma vez que cada empreendedor recebeu, através do Banco Sol, 360 mil kwanzas e respectiva carteira profissional, que os habilitará a desenvolver sua actividade.

Disse que a feira promove o interesse entre os diferentes intervenientes do sector económico na Huíla, assim como desperta a vontade de cooperação entre empresários de outras localidades e cidadãos engajados em pequenas iniciativas.

A ministra procedeu igualmente a abertura de um seminário sobre desafios do empreendedor, sucedido de visitas as repartições dos Serviços Integrado de Apoio ao Cidadão (SIAC), Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) e ao Centro de Formação Profissional do Lubango.

É a primeira visita de Teresa Dias a Huíla, desde a sua nomeação a 3 de Março deste ano.

 

Inaugurada pela ministra da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Teresa Dias, o certame reúne 32 expositores de produtos virados aos ramos do comércio, indústria e prestação de serviço.

O mesmo decorre sob lema “empreendedorismo como fomento do auto-emprego em tempos de pandemia”, numa iniciativa do Centro Local de Empreendedorismo e Serviços de Emprego (Clese), adstrito ao Instituto Nacional de Formação Profissional (Inefop).

Falando à imprensa, a governante considerou estarem criados mecanismos para sustentabilidade de negócios, uma vez que cada empreendedor recebeu, através do Banco Sol, 360 mil kwanzas e respectiva carteira profissional, que os habilitará a desenvolver sua actividade.

Disse que a feira promove o interesse entre os diferentes intervenientes do sector económico na Huíla, assim como desperta a vontade de cooperação entre empresários de outras localidades e cidadãos engajados em pequenas iniciativas.

A ministra procedeu igualmente a abertura de um seminário sobre desafios do empreendedor, sucedido de visitas as repartições dos Serviços Integrado de Apoio ao Cidadão (SIAC), Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) e ao Centro de Formação Profissional do Lubango.

É a primeira visita de Teresa Dias a Huíla, desde a sua nomeação a 3 de Março deste ano.