Fórum BODIVA premeia membros com melhor desempenho em 2020

  • Distrito urbano da Maianga na província de Luanda
Luanda – A segunda edição do Fórum da Bolsa de Dívidas e Valores de Angola (BODIVA), a decorrer quinta-feira, sob o tema “Mercado em acção", vai premiar os membros com melhor desempenho em 2020, nos domínios da negociação e custódia.

Na actividade serão premiadas cinco categorias, designadamente “Maior montante negociado”, “Maior montante de compras interbancárias”, “Maior montante de vendas interbancárias”, “Maior número de contas abertas” e “Maior número de integração na Central de Valores Mobiliária (CEVAMA)”.

Segundo a administradora de Finanças, Comunicação e Intercâmbio da BODIVA, Cristina Lourenço, paralelamente a estas cinco categorias, haverão também três menções honrosas, a serem anunciadas no evento.

Acrescentou que o evento irá coincidir com o lançamento da primeira edição da revista “A bolsa”, com o mesmo tema central “O mercado em acção”, trazendo o relatório do mercado mais ao detalhe, assim como a visão dos membros sobre as perspectivas do mercado de capitais em 2021.

“O formato da actividade desse ano será diferente à do ano anterior, por força das circunstâncias actuais da Covid-19 e das medidas de segurança que devemos acautelar, sendo que preferimos optar pelo formato misto presencial, com os membros do mercado, e remoto, com os restantes interessados”, referiu.

Cristina Lourenço disse que este segundo Fórum BODIVA terá como novidade, no painel de debate, “O estado de preparação das empresas nacionais para o mercado de acções” e contará com a visão do BCI, enquanto potencial emitente no âmbito do PROPRIV; do Standart Bank Angola, enquanto intermediário financeiro desta operação; três membros do mercado e representantes da economia real, maioritariamente do sector privado.

Para este ano, o tema central “O mercado em acção” vai privilegiar uma antevisão das expectativas sobre a entrada em funcionamento do mercado do segmento de acções nomeadamente “Mercado de bolsas”, na presença dos 26 membros da BODIVA, dentre outros intervenientes deste sector.

Na actividade serão premiadas cinco categorias, designadamente “Maior montante negociado”, “Maior montante de compras interbancárias”, “Maior montante de vendas interbancárias”, “Maior número de contas abertas” e “Maior número de integração na Central de Valores Mobiliária (CEVAMA)”.

Segundo a administradora de Finanças, Comunicação e Intercâmbio da BODIVA, Cristina Lourenço, paralelamente a estas cinco categorias, haverão também três menções honrosas, a serem anunciadas no evento.

Acrescentou que o evento irá coincidir com o lançamento da primeira edição da revista “A bolsa”, com o mesmo tema central “O mercado em acção”, trazendo o relatório do mercado mais ao detalhe, assim como a visão dos membros sobre as perspectivas do mercado de capitais em 2021.

“O formato da actividade desse ano será diferente à do ano anterior, por força das circunstâncias actuais da Covid-19 e das medidas de segurança que devemos acautelar, sendo que preferimos optar pelo formato misto presencial, com os membros do mercado, e remoto, com os restantes interessados”, referiu.

Cristina Lourenço disse que este segundo Fórum BODIVA terá como novidade, no painel de debate, “O estado de preparação das empresas nacionais para o mercado de acções” e contará com a visão do BCI, enquanto potencial emitente no âmbito do PROPRIV; do Standart Bank Angola, enquanto intermediário financeiro desta operação; três membros do mercado e representantes da economia real, maioritariamente do sector privado.

Para este ano, o tema central “O mercado em acção” vai privilegiar uma antevisão das expectativas sobre a entrada em funcionamento do mercado do segmento de acções nomeadamente “Mercado de bolsas”, na presença dos 26 membros da BODIVA, dentre outros intervenientes deste sector.