Lunda Sul ganha laboratório de análise de diamantes

Saurimo - O primeiro laboratório para análise de micro diamantes do país será construído nos próximos dias, na província da Lunda Sul, anunciou hoje, terça-feira, em Saurimo, o secretário de Estado para Recursos Minerais e Gás, Jânio Victor.

O responsável deu a conhecer esse facto, quando falava à imprensa no final da sua visita de trabalho de dois dias à província da Lunda Sul, tendo referido que o laboratório será acoplado a outros já existentes pertencentes ao Instituto Geológico de Angola, que funcionam na região.

O laboratório, explicou, irá prestar serviços de apoio à pesquisa do sector diamantífero.

Sem revelar os valores a serem envolvidos na construção e apetrechamento do laboratório, o responsável disse que as obras poderão ter início a qualquer momento.

Lembrou que o país não possui qualquer laboratório para análise de micro diamantes, facto que vai ajudar as empresas mineiras na avaliação das amostras destas pedras preciosas nas fases de prospecção.

Antes, salientou, este trabalho só era possível ser feito no estrangeiro, mas doravante as empresas locais já poderão realizar tais operações no país, o que vai permitir poupar recursos financeiros, tempo e evitar eventuais fugas de informações dos dados.

Segundo Jânio Victor, os técnicos estão a trabalhar de forma célere e eficaz para que o Laboratório Regional Leste, o Instituto Geológico de Angola (IGEA), o Centro de Processamento de Micro Diamantes e Pólo de Desenvolvimento Diamantífero sejam inaugurados em simultâneo em Julho deste ano.

Durante a sua estada na província da Lunda Sul, o responsável e a sua equipa de trabalho constataram o grau de execução das obras de construção do Pólo de Desenvolvimento Diamantífero de Saurimo, do Centro de Estocagem de Combustível da Sonangol, do Laboratório Regional Leste e do Instituto Geológico de Angola.

 

O responsável deu a conhecer esse facto, quando falava à imprensa no final da sua visita de trabalho de dois dias à província da Lunda Sul, tendo referido que o laboratório será acoplado a outros já existentes pertencentes ao Instituto Geológico de Angola, que funcionam na região.

O laboratório, explicou, irá prestar serviços de apoio à pesquisa do sector diamantífero.

Sem revelar os valores a serem envolvidos na construção e apetrechamento do laboratório, o responsável disse que as obras poderão ter início a qualquer momento.

Lembrou que o país não possui qualquer laboratório para análise de micro diamantes, facto que vai ajudar as empresas mineiras na avaliação das amostras destas pedras preciosas nas fases de prospecção.

Antes, salientou, este trabalho só era possível ser feito no estrangeiro, mas doravante as empresas locais já poderão realizar tais operações no país, o que vai permitir poupar recursos financeiros, tempo e evitar eventuais fugas de informações dos dados.

Segundo Jânio Victor, os técnicos estão a trabalhar de forma célere e eficaz para que o Laboratório Regional Leste, o Instituto Geológico de Angola (IGEA), o Centro de Processamento de Micro Diamantes e Pólo de Desenvolvimento Diamantífero sejam inaugurados em simultâneo em Julho deste ano.

Durante a sua estada na província da Lunda Sul, o responsável e a sua equipa de trabalho constataram o grau de execução das obras de construção do Pólo de Desenvolvimento Diamantífero de Saurimo, do Centro de Estocagem de Combustível da Sonangol, do Laboratório Regional Leste e do Instituto Geológico de Angola.