Camponeses recebem Akz mais de 4 milhões para fomento agrícola

  • Kwanza, moeda angolana
Malanje - Quatro milhões 500 mil Kwanzas foram entregues quarta-feira pelo Mosap II a 20 escolas de campo de camponeses dos municípios de Luquembo e Quirima.

Do valor disponibilizado, 3 milhões destinam-se a 13 escolas de campo de Luquembo e 1 milhão e 500 mil para as de Quirima, segundo deu a conhecer o coordenador do Mosap II (Projecto de Agricultura Família e Comercialização) em Malanje, Paulo Sozinho.

O responsável precisou que os apoios aos camponeses associados destes municípios vão prosseguir nos próximos dias, na medida em que se pretende beneficiar as actuais 47 escolas em Luquembo e outras em Quirima.

Por sua vez, o director do Gabinete Provincial da Agricultura, Carlos Chipoia, disse ser intenção, com essa oferta, desenvolver a agricultura familiar, por isso as acções dos beneficiários serão acompanhadas pelo governo no sentido de se aferir a aplicação dos valores para que se alcance os objectivos preconizados.

Enquanto isso, o chefe de Departamento do IDA (Instituto de Desenvolvimento Agrário) de Malanje, Alcino Tito, disse que o valor vai permitir a aquisição de sementes agrícolas, fertilizantes, material didáctico, balanças e outros meios que vão estimular a prática da agricultura e facilitar o processo de aprendizagem nas escolas de campo dos camponeses.

As actividades das escolas de campo são consubstanciadas em aprendizagem das práticas de melhoria da agricultura e alfabetização dos camponeses e está em curso desde o mês de Maio de 2020, sem prazo limite de término.

As mesmas estão inseridas no projecto Mosap II, iniciado em 2017, com término previsto para Dezembro deste ano, em caso de indisponibilidade de financiamentos.

 

 

Do valor disponibilizado, 3 milhões destinam-se a 13 escolas de campo de Luquembo e 1 milhão e 500 mil para as de Quirima, segundo deu a conhecer o coordenador do Mosap II (Projecto de Agricultura Família e Comercialização) em Malanje, Paulo Sozinho.

O responsável precisou que os apoios aos camponeses associados destes municípios vão prosseguir nos próximos dias, na medida em que se pretende beneficiar as actuais 47 escolas em Luquembo e outras em Quirima.

Por sua vez, o director do Gabinete Provincial da Agricultura, Carlos Chipoia, disse ser intenção, com essa oferta, desenvolver a agricultura familiar, por isso as acções dos beneficiários serão acompanhadas pelo governo no sentido de se aferir a aplicação dos valores para que se alcance os objectivos preconizados.

Enquanto isso, o chefe de Departamento do IDA (Instituto de Desenvolvimento Agrário) de Malanje, Alcino Tito, disse que o valor vai permitir a aquisição de sementes agrícolas, fertilizantes, material didáctico, balanças e outros meios que vão estimular a prática da agricultura e facilitar o processo de aprendizagem nas escolas de campo dos camponeses.

As actividades das escolas de campo são consubstanciadas em aprendizagem das práticas de melhoria da agricultura e alfabetização dos camponeses e está em curso desde o mês de Maio de 2020, sem prazo limite de término.

As mesmas estão inseridas no projecto Mosap II, iniciado em 2017, com término previsto para Dezembro deste ano, em caso de indisponibilidade de financiamentos.