Cooperativas de ex-militares beneficiam de tractores e alfaias

  • Tractores e alfaias para cooperativas agrícolas de ex-militares
Malanje - Seis cooperativas agrícolas de ex-militares do município de Calandula, na província de Malanje, receberam, nesta segunda-feira, oito tractores e respectivas alfaias, no âmbito do programa de reintegração social dos desmobilizados.

Trata-se das primeiras cooperativas da província a beneficiar dos meios, nomeadamente Valódia, Terra e Água, Agrimal, Povoação Inglês e Santos.

A entrega dos equipamentos coube ao secretário de Estado para Acção Social, Lúcio do Amaral, no quadro do Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Agrário (FADA), que visa apoiar ex-militares, sob coordenação do Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher.

Na ocasião, o governador provincial de Malanje, Norberto dos Santos “Kwata Kanawa”, disse que o Executivo angolano vai continuar a prestar atenção especial aos ex-militares e Veteranos da Pátria, com vista a acelerar o seu processo de reintegração social, sobretudo na actividade produtiva.

Precisou que os tractores não deverão beneficiar só os proprietários, mas também as comunidades próximas na preparação de terras, para que estes possam igualmente obter rendimentos na sua produção, tendo apelado por isso, a conservação dos mesmos para fazer jus ao real tempo de durabilidade.

Por sua vez, os responsáveis das cooperativas ora beneficiadas, agradeceram o gesto, uma vez que a agricultura familiar é responsável pela produção agrícola nacional e tem uma grande importância para o desenvolvimento socioeconómico do meio rural.

Com os tractores e alfaias, os camponeses contemplados sairão da agricultura familiar para a mecanizada, cujas rendas destinam-se a criação de caixas comunitárias e ao sustento das famílias.

Actualmente Malanje conta com cerca de quatro mil ex-militares enquadrados em cooperativas agrícolas, controlados pelo Instituto de Reintegração Socio-profissional dos Ex-Militares (IRSEM).

 

Trata-se das primeiras cooperativas da província a beneficiar dos meios, nomeadamente Valódia, Terra e Água, Agrimal, Povoação Inglês e Santos.

A entrega dos equipamentos coube ao secretário de Estado para Acção Social, Lúcio do Amaral, no quadro do Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Agrário (FADA), que visa apoiar ex-militares, sob coordenação do Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher.

Na ocasião, o governador provincial de Malanje, Norberto dos Santos “Kwata Kanawa”, disse que o Executivo angolano vai continuar a prestar atenção especial aos ex-militares e Veteranos da Pátria, com vista a acelerar o seu processo de reintegração social, sobretudo na actividade produtiva.

Precisou que os tractores não deverão beneficiar só os proprietários, mas também as comunidades próximas na preparação de terras, para que estes possam igualmente obter rendimentos na sua produção, tendo apelado por isso, a conservação dos mesmos para fazer jus ao real tempo de durabilidade.

Por sua vez, os responsáveis das cooperativas ora beneficiadas, agradeceram o gesto, uma vez que a agricultura familiar é responsável pela produção agrícola nacional e tem uma grande importância para o desenvolvimento socioeconómico do meio rural.

Com os tractores e alfaias, os camponeses contemplados sairão da agricultura familiar para a mecanizada, cujas rendas destinam-se a criação de caixas comunitárias e ao sustento das famílias.

Actualmente Malanje conta com cerca de quatro mil ex-militares enquadrados em cooperativas agrícolas, controlados pelo Instituto de Reintegração Socio-profissional dos Ex-Militares (IRSEM).