PIIM consome mais de Akz 2,5 biliões na Lunda Norte

  • Ernesto Muangala, Governador Provincia da Lunda Norte
Dundo – Os 58 projectos executados, no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), na Lunda Norte, consumiram já dois biliões, 590 milhões e 51 Kwanzas.

A informação foi avançada quinta-feira, pelo governador da Lunda Norte, Ernesto Muangala, durante a cerimónia de cumprimento de fim de ano, sublinhando que os 58 projectos em execução estão ligados aos sectores da educação, energia, águas, saúde, saneamento básico, segurança pública e vias de comunicação.

Fez saber que os outros 13 projectos, entre os quais três edifícios autárquicos de oito andares, com 25 apartamentos a serem construídos nos municípios de Cambulo, Caungula e Lóvua, e a reabilitação de 200 quilómetros de estrada que liga a sede municipal do Cuango à vila de afunfu, têm os respectivos processos no Tribunal de Contas para análise.

Encontram-se em construção, nos 10 municípios, 22 escolas de sete e 12 salas de aula, respectivamente, seis unidades sanitárias, dez projectos de saneamento básico, seis sistemas de captação, tratamento e distribuição de água potável, cinco esquadras policiais e nove residências de funções. 

No geral, a província tem 71 projectos inscritos no PIIM.

Os projectos em execução, segundo o governante, geraram mil 789 empregos directos e indirectos.

Ernesto Muangala apelou os empreiteiros no sentido de honrarem com os compromissos constantes nos contratos, para que os empreendimentos estejam à disposição dos cidadãos no primeiro trimestre de 2021.

 

 

 

 

 

A informação foi avançada quinta-feira, pelo governador da Lunda Norte, Ernesto Muangala, durante a cerimónia de cumprimento de fim de ano, sublinhando que os 58 projectos em execução estão ligados aos sectores da educação, energia, águas, saúde, saneamento básico, segurança pública e vias de comunicação.

Fez saber que os outros 13 projectos, entre os quais três edifícios autárquicos de oito andares, com 25 apartamentos a serem construídos nos municípios de Cambulo, Caungula e Lóvua, e a reabilitação de 200 quilómetros de estrada que liga a sede municipal do Cuango à vila de afunfu, têm os respectivos processos no Tribunal de Contas para análise.

Encontram-se em construção, nos 10 municípios, 22 escolas de sete e 12 salas de aula, respectivamente, seis unidades sanitárias, dez projectos de saneamento básico, seis sistemas de captação, tratamento e distribuição de água potável, cinco esquadras policiais e nove residências de funções. 

No geral, a província tem 71 projectos inscritos no PIIM.

Os projectos em execução, segundo o governante, geraram mil 789 empregos directos e indirectos.

Ernesto Muangala apelou os empreiteiros no sentido de honrarem com os compromissos constantes nos contratos, para que os empreendimentos estejam à disposição dos cidadãos no primeiro trimestre de 2021.