Preço da cesta diária da OPEP fixa-se em USD 65,42

  • Instituto Nacional de Petróleos
Luanda - O preço da cesta diária dos “treze crudes” da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), da qual Angola é membro, ficou fixado, até sexta-feira, 30, em 65,42  dólares norte-americanos, o barril.

Em comparação com os valores de USD  65,71 registados na quinta-feira, 29, observa-se um ligeiro recuo, de acordo com cálculos da Secretaria da OPEP, refere a organização numa nota disponibilizada, hoje, na sua página.

A cesta de referência da OPEP de Crudes (ORB) é composta por mistura do Saara (Argélia), Girassol (Angola), Djeno (Congo), Zafiro (Guiné Equatorial), Rabi Light (Gabão), Iran Pesado (República Islâmica do Irão).

Integram ainda a cesta, a  Basra Light (Iraque), Kuwait Export (Kuwait), Es Sider (Líbia), Bonny Light (Nigéria), Arab Light (Arábia Saudita), Murban (Emirados Árabes Unidos) e Merey (Venezuela).

Na reunião de 27 de Abril, deste ano, os 23 membros da OPEP+ (13 OPEP e 10 Não OPEP, signatários da Declaração  de Cooperação)  decidiram ajustar as quotas de produção dos países membros para os meses de Maio, Junho e Julho 2021.

Desta feita, para o mês de Maio 2021, Angola passa a produzir 1.283 mbpd (mil e duzentos e oitenta e três barris de petróleo diário), prevendo-se subir para 1.298 mbpd, em Junho, e 1.319 mbpd, em Julho.

A quota vigente, até Abril de 2021, resultante dos ajustes iniciais da reunião de 12 de Abril de 2020, era de 1,267 mbpd.

 

Em comparação com os valores de USD  65,71 registados na quinta-feira, 29, observa-se um ligeiro recuo, de acordo com cálculos da Secretaria da OPEP, refere a organização numa nota disponibilizada, hoje, na sua página.

A cesta de referência da OPEP de Crudes (ORB) é composta por mistura do Saara (Argélia), Girassol (Angola), Djeno (Congo), Zafiro (Guiné Equatorial), Rabi Light (Gabão), Iran Pesado (República Islâmica do Irão).

Integram ainda a cesta, a  Basra Light (Iraque), Kuwait Export (Kuwait), Es Sider (Líbia), Bonny Light (Nigéria), Arab Light (Arábia Saudita), Murban (Emirados Árabes Unidos) e Merey (Venezuela).

Na reunião de 27 de Abril, deste ano, os 23 membros da OPEP+ (13 OPEP e 10 Não OPEP, signatários da Declaração  de Cooperação)  decidiram ajustar as quotas de produção dos países membros para os meses de Maio, Junho e Julho 2021.

Desta feita, para o mês de Maio 2021, Angola passa a produzir 1.283 mbpd (mil e duzentos e oitenta e três barris de petróleo diário), prevendo-se subir para 1.298 mbpd, em Junho, e 1.319 mbpd, em Julho.

A quota vigente, até Abril de 2021, resultante dos ajustes iniciais da reunião de 12 de Abril de 2020, era de 1,267 mbpd.