Prodesi disponibiliza AKz 50 milhões na Lunda Norte

Dundo - Cinquenta milhões de kwanzas já foram disponibilizados este ano para financiar uma cooperativa agro-pecuária, no âmbito do Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (PRODESI), na província da Lunda Norte.

A província tem, até o momento, um total de 18 candidaturas para o acesso ao crédito, das quais uma beneficiou do financiamento, 10 não beneficiaram até ao momento por falta de títulos de propriedade das fazendas e três aguardam o aval do Banco.

De acordo com o director do Gabinete Provincial do Desenvolvimento Económico Integrado, Luís Quitamba, que falava hoje à ANGOP,  a instituição está a trabalhar com os candidatos e com a administração municipal, no sentido de resolver o problema dos títulos de propriedade para que ainda este ano ou em 2021 sejam financiados.

Explicou que as empresas têm de passar por cinco fases para a recepção do crédito, nomeadamente, o pedido de apoio, triagem do projecto, dossier de crédito, negociação com a banca e, a última, o desembolso e acompanhamento da implementação do crédito desembolsado.

Indicou que todos os candidatos ligados ao sector agro-pecuário vão receber o mesmo valor - 50 milhões de kwanzas, esclarecendo que os valores solicitados pelas empresas e/ou cooperativas, nem sempre são aprovados pelos bancos e na maioria das vezes só é determinada a quantia depois da aprovação do projecto.

O PRODESI é um programa executivo para acelerar a diversificação da produção nacional e a geração de riqueza, num conjunto de produções com maior potencial de geração de valor de exportação e substituição de importações.

A província tem, até o momento, um total de 18 candidaturas para o acesso ao crédito, das quais uma beneficiou do financiamento, 10 não beneficiaram até ao momento por falta de títulos de propriedade das fazendas e três aguardam o aval do Banco.

De acordo com o director do Gabinete Provincial do Desenvolvimento Económico Integrado, Luís Quitamba, que falava hoje à ANGOP,  a instituição está a trabalhar com os candidatos e com a administração municipal, no sentido de resolver o problema dos títulos de propriedade para que ainda este ano ou em 2021 sejam financiados.

Explicou que as empresas têm de passar por cinco fases para a recepção do crédito, nomeadamente, o pedido de apoio, triagem do projecto, dossier de crédito, negociação com a banca e, a última, o desembolso e acompanhamento da implementação do crédito desembolsado.

Indicou que todos os candidatos ligados ao sector agro-pecuário vão receber o mesmo valor - 50 milhões de kwanzas, esclarecendo que os valores solicitados pelas empresas e/ou cooperativas, nem sempre são aprovados pelos bancos e na maioria das vezes só é determinada a quantia depois da aprovação do projecto.

O PRODESI é um programa executivo para acelerar a diversificação da produção nacional e a geração de riqueza, num conjunto de produções com maior potencial de geração de valor de exportação e substituição de importações.