Programa de combate à pobreza executado em 96 porcento no Bié

  • Governador do Bié, Pereira Alfredo, de chapéu ao centro, num campo agrícola
Cuito -  O Programa Integrado de Desenvolvimento Local e Combate à Pobreza (PIDLCP) na província do Bié de 2020, com um orçamento de dois mil milhões 692 milhões 311 mil e 922 Kwanzas, foi executado em 96 porcento, apesar da pandemia da covid-19.

Este programa contempla onze eixos, nomeadamente o fomento da agricultura, pecuária, pescas, hidráulica e engenharia, promoção do género e empoderamento da mulher no meio rural, cuidados primários de saúde e apoio às acções de cidadania.

Constam ainda o programa de fomento às acções culturais, desportivas e promoção do turismo, celebrações de datas comemorativas, encargos administrativos com o Programa de Combate à Pobreza no município, construção e reabilitação de infra-estruturas rurais, merenda escolar, água e saneamento, assim como a manutenção das escolas primárias, num universo de 431 acções.

De acordo com o governador do Bié, Pereira Alfredo, que falava na II reunião ordinária do Governo com os administradores municipais, que decorre na cidade do Cuito, o PIDLCP permitiu a assistência de mil e 982 ex-militares e reenquadramento de outros 699, assistência a quatro mil e 337 famílias de ex-militares, construção de 40 salas de aula, que estão a beneficiar mais de quatro mil e 276 alunos, reabilitação de dois postos de saúde que beneficia oito mil e 50 populares.

O programa deu igualmente para apoiar na preparação de dois mil e 126 hectares de terra para a campanha agrícola 2020/2021, criação de 211 cooperativas e 291 associações agrícolas, com ajuda das administrações municipais, aquisição de mais de 720 toneladas de fertilizantes e insumos agrícolas, apoio a 96 associações desportivas, com equipamentos de várias modalidades.

Houve ainda a formação técnico-profissional de 817 mulheres nos cursos de corte e costura, culinária e pastelaria, alfabetização de mais de 997 mulheres, distribuição de 744 kits para criação de pequenos negócios a 984 mulheres, bem como a abertura de 12 furos de água e reabilitação de 66 manivelas, que beneficiou 39 mil 3 347 pessoas.

Para a execução do programa, o município do Cunhinga recebeu 315 milhões 409 mil 230 Kwanzas, Chitembo 310 milhões 556 mil e 460, Cuemba 310 milhões 631 mil 168, Camacupa 309 milhões 986 mil 860, Cuito 308 milhões 573 mil 796, Andulo 305 milhões 279 mil 44, Nhârea 304 milhões 678 mil 485, Chinguar 269 milhões 602 mil 484 e Catabola beneficiou de 257 milhões 594 mil 395.

O governador Pereira Alfredo aproveitou a ocasião para apelar às administrações municipais a "apertarem o cerco à fuga ao fisco" pelos contribuintes locais, visando maximizar as receitas do Estado e melhorar as condições de vida das populações.

Sublinhou que, apesar do mês de Janeiro se ter arrecadado mais de 17 milhões de Kwanzas, em taxas, licenças e outras contribuições, é preciso que as administrações intensifiquem esta campanha.

No segundo trimestre de 2020, foi possível arrecadar o valor global de mil milhões, 249 milhões, 35 mil 506 Kwanzas, contra mil milhões, 362 milhões 563 mil 928 kwanzas do primeiro trimestre do mesmo ano.

Devido à covid-19, deixou-se de arrecadar, no segundo trimestre de 2020, 13 milhões, 528 mil e 422 Kwanzas, salientou.

A província do Bié, com perto de dois milhões de habitantes, conta com nove municípios, nomeadamente Cuito (capital), Andulo, Catabola, Cunhinga, Chitembo, Cuemba, Chinguar, Camacupa e Nhârea.

Este programa contempla onze eixos, nomeadamente o fomento da agricultura, pecuária, pescas, hidráulica e engenharia, promoção do género e empoderamento da mulher no meio rural, cuidados primários de saúde e apoio às acções de cidadania.

Constam ainda o programa de fomento às acções culturais, desportivas e promoção do turismo, celebrações de datas comemorativas, encargos administrativos com o Programa de Combate à Pobreza no município, construção e reabilitação de infra-estruturas rurais, merenda escolar, água e saneamento, assim como a manutenção das escolas primárias, num universo de 431 acções.

De acordo com o governador do Bié, Pereira Alfredo, que falava na II reunião ordinária do Governo com os administradores municipais, que decorre na cidade do Cuito, o PIDLCP permitiu a assistência de mil e 982 ex-militares e reenquadramento de outros 699, assistência a quatro mil e 337 famílias de ex-militares, construção de 40 salas de aula, que estão a beneficiar mais de quatro mil e 276 alunos, reabilitação de dois postos de saúde que beneficia oito mil e 50 populares.

O programa deu igualmente para apoiar na preparação de dois mil e 126 hectares de terra para a campanha agrícola 2020/2021, criação de 211 cooperativas e 291 associações agrícolas, com ajuda das administrações municipais, aquisição de mais de 720 toneladas de fertilizantes e insumos agrícolas, apoio a 96 associações desportivas, com equipamentos de várias modalidades.

Houve ainda a formação técnico-profissional de 817 mulheres nos cursos de corte e costura, culinária e pastelaria, alfabetização de mais de 997 mulheres, distribuição de 744 kits para criação de pequenos negócios a 984 mulheres, bem como a abertura de 12 furos de água e reabilitação de 66 manivelas, que beneficiou 39 mil 3 347 pessoas.

Para a execução do programa, o município do Cunhinga recebeu 315 milhões 409 mil 230 Kwanzas, Chitembo 310 milhões 556 mil e 460, Cuemba 310 milhões 631 mil 168, Camacupa 309 milhões 986 mil 860, Cuito 308 milhões 573 mil 796, Andulo 305 milhões 279 mil 44, Nhârea 304 milhões 678 mil 485, Chinguar 269 milhões 602 mil 484 e Catabola beneficiou de 257 milhões 594 mil 395.

O governador Pereira Alfredo aproveitou a ocasião para apelar às administrações municipais a "apertarem o cerco à fuga ao fisco" pelos contribuintes locais, visando maximizar as receitas do Estado e melhorar as condições de vida das populações.

Sublinhou que, apesar do mês de Janeiro se ter arrecadado mais de 17 milhões de Kwanzas, em taxas, licenças e outras contribuições, é preciso que as administrações intensifiquem esta campanha.

No segundo trimestre de 2020, foi possível arrecadar o valor global de mil milhões, 249 milhões, 35 mil 506 Kwanzas, contra mil milhões, 362 milhões 563 mil 928 kwanzas do primeiro trimestre do mesmo ano.

Devido à covid-19, deixou-se de arrecadar, no segundo trimestre de 2020, 13 milhões, 528 mil e 422 Kwanzas, salientou.

A província do Bié, com perto de dois milhões de habitantes, conta com nove municípios, nomeadamente Cuito (capital), Andulo, Catabola, Cunhinga, Chitembo, Cuemba, Chinguar, Camacupa e Nhârea.