Receitas fiscais triplicam no município da Caála

  • Vista Parcial da Centralidade da Caála
Caála – Dezasseis milhões 459 mil Kwanzas foram arrecadados pelas autoridades tributárias no município da Caála (Huambo), durante o ano económico de 2020, contra cinco milhões 578 mil, em 2019.

A informação foi prestada segunda-feira, à ANGOP, pelo porta-voz da administração local, João Satombela Moma, salientando que a verba arrecadada resultou da cobrança de impostos directos e indirectos, bem como de receitas diversas.

Referiu que este acréscimo, apesar da pandemia da Covid-19, deveu-se à implementação do Portal do Munícipe, uma página na internet lançada pela administração local, com o objectivo de ajudar a melhorar os serviços públicos prestados à população, aumentar a arrecadação de receitas e poupar fundos com material gastável.

Aliada a esta ferramenta, conforme o responsável, consta a intensificação das campanhas de sensibilização sobre a importância dos impostos no país, de educação financeira e o combate à fuga ao fisco.

João Satombela Moma informou que a receitas são provenientes da cobrança de impostos industriais, de rendimento de trabalho por conta de outrem, predial urbano, da aplicação de capitais e das transmissões imobiliárias por título oneroso.

Constam ainda os emolumentos com os serviços de água, electricidade, de selo (recibo de quitação), operações bancárias e taxa de circulação de automóveis

O município da Caála, um dos 11 da província do Huambo, conta com uma população estimada em 342 mil e 463 habitantes, distribuídos pelas comunas da Catata, Cuima, Calenga e Sede.

A informação foi prestada segunda-feira, à ANGOP, pelo porta-voz da administração local, João Satombela Moma, salientando que a verba arrecadada resultou da cobrança de impostos directos e indirectos, bem como de receitas diversas.

Referiu que este acréscimo, apesar da pandemia da Covid-19, deveu-se à implementação do Portal do Munícipe, uma página na internet lançada pela administração local, com o objectivo de ajudar a melhorar os serviços públicos prestados à população, aumentar a arrecadação de receitas e poupar fundos com material gastável.

Aliada a esta ferramenta, conforme o responsável, consta a intensificação das campanhas de sensibilização sobre a importância dos impostos no país, de educação financeira e o combate à fuga ao fisco.

João Satombela Moma informou que a receitas são provenientes da cobrança de impostos industriais, de rendimento de trabalho por conta de outrem, predial urbano, da aplicação de capitais e das transmissões imobiliárias por título oneroso.

Constam ainda os emolumentos com os serviços de água, electricidade, de selo (recibo de quitação), operações bancárias e taxa de circulação de automóveis

O município da Caála, um dos 11 da província do Huambo, conta com uma população estimada em 342 mil e 463 habitantes, distribuídos pelas comunas da Catata, Cuima, Calenga e Sede.