Somiluana baixa produção de diamantes

  • Diamantes
Dundo – Os níveis de produção da Sociedade Mineira de Somiluana baixou de 12 para sete mil quilates de diamantes/mês, em consequência da queda do mercado, causada pela Covid-19.

A informação foi avançada nesta terça-feira, pelo director-geral da Somiluana, John Norton, sublinhando que face a esta situação, o desafio da empresa passa por uma reestruturação, redimensionamento do pessoal, e consolidação dos níveis de produção, para sobreviver.

Disse que a empresa tem privilegiado a produção de pedras de maior tamanho, com boa qualidade, em menor quantidade, com objectivo de obter maior receita e salvaguardar os empregos e os salários dos trabalhadores.

Este procedimento, conforme disse, visa também permitir suportar os custos operacionais.

John Norton acredita na melhoria no mercado dos diamantes no próximo ano, tendo em conta alguns sinais que se vão registando.

Referiu que tal facto incentiva a sua empresa em retomar ou aumentar os seus níveis de produção e arrecadação de mais receitas.

A Sociedade Mineira de Somiluana, com uma concessão de 444 quilómetros quadrados e um tempo de vida útil de 20 anos, emprega actualmente 762 trabalhadores, dos quais 714 nacionais e 48 expatriados.

Em 2029, recuperou 140 mil quilates de diamantes o que permitiu uma facturação de 77 milhões de dólares norte-americanos.

 

A informação foi avançada nesta terça-feira, pelo director-geral da Somiluana, John Norton, sublinhando que face a esta situação, o desafio da empresa passa por uma reestruturação, redimensionamento do pessoal, e consolidação dos níveis de produção, para sobreviver.

Disse que a empresa tem privilegiado a produção de pedras de maior tamanho, com boa qualidade, em menor quantidade, com objectivo de obter maior receita e salvaguardar os empregos e os salários dos trabalhadores.

Este procedimento, conforme disse, visa também permitir suportar os custos operacionais.

John Norton acredita na melhoria no mercado dos diamantes no próximo ano, tendo em conta alguns sinais que se vão registando.

Referiu que tal facto incentiva a sua empresa em retomar ou aumentar os seus níveis de produção e arrecadação de mais receitas.

A Sociedade Mineira de Somiluana, com uma concessão de 444 quilómetros quadrados e um tempo de vida útil de 20 anos, emprega actualmente 762 trabalhadores, dos quais 714 nacionais e 48 expatriados.

Em 2029, recuperou 140 mil quilates de diamantes o que permitiu uma facturação de 77 milhões de dólares norte-americanos.