Uíge ganha nova rede de distribuição de água

  • Novo sistema de captação de água do Balombo
Uíge – Um projecto para instalação da nova rede de distribuição de água potável para 10 mil ligações domiciliares na cidade do Uíge, começou a ser executado hoje, sexta-feira, para reforçar o abastecimento deste líquido à população local.

As primeiras ligações estão a ser efectuadas no bairro Papelão, preferia da cidade do Uíge, capital da província com o mesmo nome, e vão beneficiar 52 mil e 355 pessoas.

A acção, inserida no “Programa Água para Todos”, a cargo do Ministério da Energia e Águas, teve o acto de consignação das obras na quinta-feira (19), cujo acto foi orientado pelo governador local, José da Rocha.

A obra contempla a instalação de 100 quilómetros de tubos, a serem distribuídos pelos bairros Papelão, Tomessa, Quimacungo, Mbemba Ngango, Quilala, Nguengue e Catapa, num prazo de execução de 30 meses.

A execução da obra está a cargo da empresa Elecnor, sendo um projecto financiada pelo Banco Mundial (BM) que está orçado no valor de um bilião 637 milhões 388 mil e 856 kwanzas.

A responsável da Empresa de Águas e Saneamento da província do Uíge, Emília Fernandes, informou que está prevista, até 2023, cerca de 30 mil ligações na rede urbana, com apoio do BM.

Para o governador José Rocha, com a construção da nova rede de água na cidade vai ajudar a melhorar as condições de saneamento básico e da saúde na região.

O Executivo, reiterou, continuará com as suas acções no sentido de abastecer com água potável as comunidades para e elevar a qualidade de vida da população.