Apreendidos mais de 150 mil Euros no Zaire

  • Margem do rio Zaire
Soyo – Cento e cinquenta e seis mil 960 Euros foram apreendidos terça-feira no posto fluvial de Luamba, município do Soyo, província do Zaire, por presumível transgressão cambial.

Segundo o comandante provincial do Zaire da Polícia Fiscal e Aduaneira, Manuel Calhão, o montante foi encontrado em posse de um cidadão angolano, de 41 anos, que seguia a bordo de uma embarcação artesanal, para uma das ilhas da região, para depois atingir a localidade de Mwanda, na República Democrática do Congo.

Manuel Calhão disse que a apreensão resulta de uma micro-operação, desencadeada pelos efectivos deste ramo da Polícia Nacional, num dos canais fluviais do rio Zaire.

O comandante provincial do Zaire da Polícia Fiscal e Aduaneira explicou que o dinheiro será depositado na Conta Única do Tesouro (CUT), ao passo que o suposto infractor já está a responder pelo crime.

Informou que os órgãos competentes estão a trabalhar no sentido de esclarecerem a origem do dinheiro.

Tem sido recorrente, nessas paragens, a transportação ilegal de valores monetários para a vizinha RDC, por cidadãos nacionais e estrangeiros.

Em Julho de 2019, foram apreendidos, no município do Soyo, 351 mil Dólares e 84 mil e 200 Euros, por infracção cambial.

Em Outubro de 2020, o Serviço de Investigação Criminal (SIC) impediu, nesta mesma municipalidade, a saída para a República Democrática do Congo, de um montante de 96 milhões e 500 mil Kwanzas, também por presumível transgressão cambial e branqueamento de capitais.

Segundo o comandante provincial do Zaire da Polícia Fiscal e Aduaneira, Manuel Calhão, o montante foi encontrado em posse de um cidadão angolano, de 41 anos, que seguia a bordo de uma embarcação artesanal, para uma das ilhas da região, para depois atingir a localidade de Mwanda, na República Democrática do Congo.

Manuel Calhão disse que a apreensão resulta de uma micro-operação, desencadeada pelos efectivos deste ramo da Polícia Nacional, num dos canais fluviais do rio Zaire.

O comandante provincial do Zaire da Polícia Fiscal e Aduaneira explicou que o dinheiro será depositado na Conta Única do Tesouro (CUT), ao passo que o suposto infractor já está a responder pelo crime.

Informou que os órgãos competentes estão a trabalhar no sentido de esclarecerem a origem do dinheiro.

Tem sido recorrente, nessas paragens, a transportação ilegal de valores monetários para a vizinha RDC, por cidadãos nacionais e estrangeiros.

Em Julho de 2019, foram apreendidos, no município do Soyo, 351 mil Dólares e 84 mil e 200 Euros, por infracção cambial.

Em Outubro de 2020, o Serviço de Investigação Criminal (SIC) impediu, nesta mesma municipalidade, a saída para a República Democrática do Congo, de um montante de 96 milhões e 500 mil Kwanzas, também por presumível transgressão cambial e branqueamento de capitais.