Angola e Rwanda analisaram cooperação na educação

  • Luíza Grilo, Ministra da Educação
Luanda - As ministras da Educação de Angola, Luísa Grilo, e do Rwanda, Valentine Uwamariya, avaliaram, por videoconferência, aspectos relacionados com a troca experiências entre os dois países, no domínio educativo.

As ministras, ao considerarem existir pontos de convergência nas respectivas políticas educacionais, prevêem assinar, brevemente, um memorando de entendimento, que contemple a capacitação e formação de professores, a qualificação de quadros, o ensino da língua inglesa, bem como a dinamização de projectos que estimulem as meninas a interessarem-se e a estudarem ciências.

A ministra Luísa Grilo disse ser importante seguir os bons modelos de educação desenvolvidos em África, apontando o Rwanda como um exemplo.

Luísa Grilo anseia pelo estabelecimento de uma parceria sólida com o Rwanda.

Por seu lado, a ministra do Rwanda, Valentine Uwamariya, elogiou a rápida adaptação do ensino angolano devido à pandemia, que, em pouco tempo, apresenta tele-aulas e rádio-aulas, enfatizando que o futuro da educação está ligado as tecnologias de informação, para dinamizar o ensino à distância.

Participaram no encontro o embaixador do Rwanda em Angola, Gasamagera Wellars, directores do Ministério da Educação e quadros consulares de ambos os países.

As ministras, ao considerarem existir pontos de convergência nas respectivas políticas educacionais, prevêem assinar, brevemente, um memorando de entendimento, que contemple a capacitação e formação de professores, a qualificação de quadros, o ensino da língua inglesa, bem como a dinamização de projectos que estimulem as meninas a interessarem-se e a estudarem ciências.

A ministra Luísa Grilo disse ser importante seguir os bons modelos de educação desenvolvidos em África, apontando o Rwanda como um exemplo.

Luísa Grilo anseia pelo estabelecimento de uma parceria sólida com o Rwanda.

Por seu lado, a ministra do Rwanda, Valentine Uwamariya, elogiou a rápida adaptação do ensino angolano devido à pandemia, que, em pouco tempo, apresenta tele-aulas e rádio-aulas, enfatizando que o futuro da educação está ligado as tecnologias de informação, para dinamizar o ensino à distância.

Participaram no encontro o embaixador do Rwanda em Angola, Gasamagera Wellars, directores do Ministério da Educação e quadros consulares de ambos os países.