Anunciada reabilitação de escola primária do Calumbo

Luanda - A escola do ensino primário número 9097, denominada Ana Nguengue, localizada na comuna do Calumbo, município de Viana, em Luanda, será reabilitada ainda este ano, anunciou hoje, segunda-feira, a ministra da educação, Luísa Grilo.

O anúncio foi feito durante uma visita à referida instituição escolar, de oito salas de aulas, construída há mais de 13 anos, que apresenta fissuras, risco de desabamento do tecto, portas e janelas danificadas, entre outras deficiências constatadas pela governante, no âmbito do Dia Internacional da Educação, assinalado domingo (24).

A ministra indicou, na ocasião, que o risco de desabamento do tecto periga a situação dos estudantes, daí a necessidade da sua reabilitação.

Por outro lado, afirmou que os alunos que terminam o I ciclo do ensino secundário e com dificuldades de prosseguir os estudos naquela localidade, poderão ser acolhidos em internatos ou lares de acolhimento do município de Viana para frequentarem o II ciclo.   

Por sua vez, o soba da aldeia, José Anselmo, solicitou que, adicionada a reabilitação da escola, seja revista a situação dos professores que enfrentam dificuldades para chegar ao local de trabalho, devido ao mau estado da estrada de acesso àquela zona. 

Por seu lado, o presidente da Associação dos Professores Angolanos (APA), Inácio Ngonga, realçou a necessidade de o Executivo continuar a apostar numa educação de qualidade, sem descurar a criação de condições materiais e humanas condignas para uma educação salutar.

Na ocasião, a titular do sector da educação, que fez-se acompanhar de responsáveis da direção provincial de Educação de Luanda e da Administração municipal de Viana, entre outras entidades, ofereceu a referida instituição de ensino materiais de biossegurança.

O município de Viana integra os distritos urbanos do Zango, Kikuxi, Estalagem, Vila Flor, Viana Sede, Baia e a Comuna do Calumbo.

O anúncio foi feito durante uma visita à referida instituição escolar, de oito salas de aulas, construída há mais de 13 anos, que apresenta fissuras, risco de desabamento do tecto, portas e janelas danificadas, entre outras deficiências constatadas pela governante, no âmbito do Dia Internacional da Educação, assinalado domingo (24).

A ministra indicou, na ocasião, que o risco de desabamento do tecto periga a situação dos estudantes, daí a necessidade da sua reabilitação.

Por outro lado, afirmou que os alunos que terminam o I ciclo do ensino secundário e com dificuldades de prosseguir os estudos naquela localidade, poderão ser acolhidos em internatos ou lares de acolhimento do município de Viana para frequentarem o II ciclo.   

Por sua vez, o soba da aldeia, José Anselmo, solicitou que, adicionada a reabilitação da escola, seja revista a situação dos professores que enfrentam dificuldades para chegar ao local de trabalho, devido ao mau estado da estrada de acesso àquela zona. 

Por seu lado, o presidente da Associação dos Professores Angolanos (APA), Inácio Ngonga, realçou a necessidade de o Executivo continuar a apostar numa educação de qualidade, sem descurar a criação de condições materiais e humanas condignas para uma educação salutar.

Na ocasião, a titular do sector da educação, que fez-se acompanhar de responsáveis da direção provincial de Educação de Luanda e da Administração municipal de Viana, entre outras entidades, ofereceu a referida instituição de ensino materiais de biossegurança.

O município de Viana integra os distritos urbanos do Zango, Kikuxi, Estalagem, Vila Flor, Viana Sede, Baia e a Comuna do Calumbo.