JMPLA abre biblioteca comunitária no Sumbe

  • Livros infantis
Sumbe – Uma biblioteca comunitária, denominada “Manguxi”, foi aberta hoje, na cidade do Sumbe, pelo secretariado provincial da JMPLA no Cuanza Sul, com vista a incentivar a prática da leitura.

A biblioteca tem um acervo de 1.300 livros de diversas temáticas doados por voluntários e o projecto será extensivo aos 12 municípios da província.

No acto da abertura, o secretário provincial da JMPLA no Cuanza Sul, António Quituchi, disse que o espaço serve de promoção e acesso à informação.

“Temos que ler, porque a leitura alarga o horizonte da pessoa e amplia as suas capacidades de argumentar”, disse António Quituchi.

O jovem político referiu que um dos objectivos da JMPLA é contribuir na promoção social e económica dos jovens, nos domínios técnico profissional, cultural, recreativo, desportivo, produtivo, científico e tecnológico.

Na ocasião, o delegado da Brigada Literária do Cuanza Sul, José Ricardo, disse que a iniciativa da JMPLA é bem-vinda, visto que vai minimizar a carência dos jovens nesse particular.

Referiu que o espaço vair ocupar os tempos livres dos jovens e evitar que enveredem por práticas nocivas à sã convivência social.

Esta é a primeira biblioteca comunitária aberta a nível do Cuanza Sul.

A biblioteca tem um acervo de 1.300 livros de diversas temáticas doados por voluntários e o projecto será extensivo aos 12 municípios da província.

No acto da abertura, o secretário provincial da JMPLA no Cuanza Sul, António Quituchi, disse que o espaço serve de promoção e acesso à informação.

“Temos que ler, porque a leitura alarga o horizonte da pessoa e amplia as suas capacidades de argumentar”, disse António Quituchi.

O jovem político referiu que um dos objectivos da JMPLA é contribuir na promoção social e económica dos jovens, nos domínios técnico profissional, cultural, recreativo, desportivo, produtivo, científico e tecnológico.

Na ocasião, o delegado da Brigada Literária do Cuanza Sul, José Ricardo, disse que a iniciativa da JMPLA é bem-vinda, visto que vai minimizar a carência dos jovens nesse particular.

Referiu que o espaço vair ocupar os tempos livres dos jovens e evitar que enveredem por práticas nocivas à sã convivência social.

Esta é a primeira biblioteca comunitária aberta a nível do Cuanza Sul.