Estudante da 6ª classe vence concurso de redacção e leitura

  • Alunos em sala de leitura
Ondjiva – Marian Tulikeni, de 12 anos de idade, aluna da 6ª classe venceu, hoje, a primeira edição do concurso de redacção e leitura, com uma média geral 7.5 valores.

Promovido pelo Gabinete Provincial da Educação, o concurso teve três fases a escolar, municipal e provincial, com a participação de 332 alunos da 6ª classe, que representaram 31 escolas dos municípios do Cuanhama, Namacunde, Ombadja, Cuvelai, Cahama e Curoca.

A vencedora recebeu como prêmio um computador portátil e um kit de material didáctico.

Já o 2º classificado, Herlânder Neves de 12 anos de idade, da escola Simioni Mukuni, da Cahama, teve uma média de 6,6, e no 3º lugar Elondrina Nakale, de 10 anos, da escola 4 de Fevereiro, de Ombadja (5.6 valores). Ambos receberam material escolar.

Foram ainda premiados com kits de livros e certificados de mérito, três estudantes do ensino médio, que participaram no concurso de redacção da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC).

Na ocasião, o director do Gabinete da Educação no Cunene, Domingos de Oliveira, destacou a importância da 1ª edição do concurso, que visou preparar os alunos na arte de escrita e leitura.

Promovido pelo Gabinete Provincial da Educação, o concurso teve três fases a escolar, municipal e provincial, com a participação de 332 alunos da 6ª classe, que representaram 31 escolas dos municípios do Cuanhama, Namacunde, Ombadja, Cuvelai, Cahama e Curoca.

A vencedora recebeu como prêmio um computador portátil e um kit de material didáctico.

Já o 2º classificado, Herlânder Neves de 12 anos de idade, da escola Simioni Mukuni, da Cahama, teve uma média de 6,6, e no 3º lugar Elondrina Nakale, de 10 anos, da escola 4 de Fevereiro, de Ombadja (5.6 valores). Ambos receberam material escolar.

Foram ainda premiados com kits de livros e certificados de mérito, três estudantes do ensino médio, que participaram no concurso de redacção da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC).

Na ocasião, o director do Gabinete da Educação no Cunene, Domingos de Oliveira, destacou a importância da 1ª edição do concurso, que visou preparar os alunos na arte de escrita e leitura.