Executivo destaca papel do ensino superior na diversificação da economia

  • Coordenadora da Comissão Multisectorial da Bienal de Luanda, Carolina Cerqueira
Luanda - A ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira, afirmou, nesta quinta-feira, em Luanda, que a diversificação da economia nacional tem no ensino superior um forte alicerce, por fornecer quadros capacitados, como expressão efectiva de gerador do capital humano.

Carolina Cerqueira, que falava na abertura do VII Fórum organizado pela Associação das Instituições do Ensino Privadas de Angola (AIESPA), que decorre até sexta-feira, 21, na Universidade Jean Piaget, frisou que as instituições de ensino superior devem estabelecer parcerias, preferencialmente integrando-se em consórcios ou redes, relevante a parceria entre as universidades e as empresas.

“O papel dos gestores das instituições de ensino superior é fundamental para a preparação dos planos estratégicos que engajem os seus parceiros e todas as partes interessadas, de modo a contribuírem no desenvolvimento económico e promovendo a participação activa dos estudantes em acções que cresçam valor social“, afirmou a governante.

Para Carolina Cerqueira, as empresas podem conduzir e reorientar a investigação e desenvolvimento para as novas tecnologias e patentes, desenvolver novos produtos e processos e melhorar a qualidade dos seus produtos.

Durante o evento, que decorre sob o lema “Parceria Universidade-Empresa, Perspectiva e Reflexões em torno da Mudança do Paradigma Académico”, serão debatidos temas como “ Estágios integrados e adequação dos currículos profissionais e académicos” e o “ Papel da investigação para a inovação científica e tecnológica “, entre outros assuntos.

Carolina Cerqueira, que falava na abertura do VII Fórum organizado pela Associação das Instituições do Ensino Privadas de Angola (AIESPA), que decorre até sexta-feira, 21, na Universidade Jean Piaget, frisou que as instituições de ensino superior devem estabelecer parcerias, preferencialmente integrando-se em consórcios ou redes, relevante a parceria entre as universidades e as empresas.

“O papel dos gestores das instituições de ensino superior é fundamental para a preparação dos planos estratégicos que engajem os seus parceiros e todas as partes interessadas, de modo a contribuírem no desenvolvimento económico e promovendo a participação activa dos estudantes em acções que cresçam valor social“, afirmou a governante.

Para Carolina Cerqueira, as empresas podem conduzir e reorientar a investigação e desenvolvimento para as novas tecnologias e patentes, desenvolver novos produtos e processos e melhorar a qualidade dos seus produtos.

Durante o evento, que decorre sob o lema “Parceria Universidade-Empresa, Perspectiva e Reflexões em torno da Mudança do Paradigma Académico”, serão debatidos temas como “ Estágios integrados e adequação dos currículos profissionais e académicos” e o “ Papel da investigação para a inovação científica e tecnológica “, entre outros assuntos.