Mais de 700 alunos com melhores condições de aprendizagem

  • Interior de uma sala de aula
Ondjiva - Setecentos e cinquenta alunos do ensino primário do município do Cuanhama, província do Cunene, passam a ter melhores condições de ensino com a inauguração, neste final de semana, de duas escolas de seis e três salas de aula.

Trata-se do estabelecimento escolar de seis salas de aula construído no bairro da caxila II, que vai acolher 480 alunos em dois turnos.

Orçado em 16 milhões e 750 mil kwanzas, o equipamento social faz parte do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Local e Combate à Pobreza.

No quadro do mesmo programa, a administração municipal do Cuanhama investiu 14 milhões e 154 mil kwanzas na reabilitação de uma escola de três salas de aula, na localidade de Okapangu (comuna de Evale), que vai albergar 270 alunos.

No acto inaugural, o administrador municipal do Cuanhama, José Felisberto Kalomo, disse que com as respectivas infra-estruturas o governo pretende oferecer condições dignas aos professores e alunos, substituindo as salas por debaixo de árvores pelas as de construção definitiva.

Sublinhou que o executivo pretende reduzir o número de crianças fora do sistema normal de ensino e acabar com os alunos a estudar debaixo de árvores, mediante o aumento de salas.

José Felisberto Kalomo pediu aos beneficiários no sentido de continuarem a cuidar dos empreendimentos sociais que o governo coloca à disposição da população, lamentando os constantes actos de vandalização de que são alvos as estruturas escolares.

O Cuanhama, sede da província do Cunene, conta com 360 mil e 491 habitantes.

 

Trata-se do estabelecimento escolar de seis salas de aula construído no bairro da caxila II, que vai acolher 480 alunos em dois turnos.

Orçado em 16 milhões e 750 mil kwanzas, o equipamento social faz parte do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Local e Combate à Pobreza.

No quadro do mesmo programa, a administração municipal do Cuanhama investiu 14 milhões e 154 mil kwanzas na reabilitação de uma escola de três salas de aula, na localidade de Okapangu (comuna de Evale), que vai albergar 270 alunos.

No acto inaugural, o administrador municipal do Cuanhama, José Felisberto Kalomo, disse que com as respectivas infra-estruturas o governo pretende oferecer condições dignas aos professores e alunos, substituindo as salas por debaixo de árvores pelas as de construção definitiva.

Sublinhou que o executivo pretende reduzir o número de crianças fora do sistema normal de ensino e acabar com os alunos a estudar debaixo de árvores, mediante o aumento de salas.

José Felisberto Kalomo pediu aos beneficiários no sentido de continuarem a cuidar dos empreendimentos sociais que o governo coloca à disposição da população, lamentando os constantes actos de vandalização de que são alvos as estruturas escolares.

O Cuanhama, sede da província do Cunene, conta com 360 mil e 491 habitantes.