MED abre concurso público de actualização da carreira dos professores

  • Sala de aulas do ensino primário (Arquivo)
Luanda - O Ministério da Educação (MED) anunciou, nesta terça-feira, em Luanda, a abertura do concurso público de acesso para actualização da carreira dos professores do ensino primário e secundário.

De acordo com uma nota de imprensa a que a ANGOP teve acesso, o procedimento do concurso se conforma com estabelecido nos termos de referência aprovado por Decreto Executivo Conjunto dos Ministérios da Educação e da Administração do Território e demais legislação em vigor.     

O MED avança que visa prover as vagas existentes no quadro de pessoal do sector da Educação nas carreiras de professor do ensino primário e secundário.

O concurso, de âmbito nacional, vai abranger 181 mil e 624 professores que foram admitidos até ao ano de 2013.

O documento faz ainda referência que a recepção dos processos dos professores decorrerá num período de 45 dias, sendo que os docentes poderão se inscrever nos postos criados a nível municipal, de forma presencial.

O departamento ministerial aponta ainda que não serão aceites candidaturas fora do prazo estabelecido (mês de Junho e Julho), candidatos com menos de cinco anos de serviço, bem como aqueles que apresentarem copia do certificado de habilitação.

A comissão técnica deverá proceder afixação das listas dos promovidos nas respectivas escolas e municípios, num prazo de 22 dias úteis após a conclusão dos trabalhos finais.

Dados disponíveis indicam que o sector conta, actualmente, com 210 mil e 674 docentes.

De acordo com uma nota de imprensa a que a ANGOP teve acesso, o procedimento do concurso se conforma com estabelecido nos termos de referência aprovado por Decreto Executivo Conjunto dos Ministérios da Educação e da Administração do Território e demais legislação em vigor.     

O MED avança que visa prover as vagas existentes no quadro de pessoal do sector da Educação nas carreiras de professor do ensino primário e secundário.

O concurso, de âmbito nacional, vai abranger 181 mil e 624 professores que foram admitidos até ao ano de 2013.

O documento faz ainda referência que a recepção dos processos dos professores decorrerá num período de 45 dias, sendo que os docentes poderão se inscrever nos postos criados a nível municipal, de forma presencial.

O departamento ministerial aponta ainda que não serão aceites candidaturas fora do prazo estabelecido (mês de Junho e Julho), candidatos com menos de cinco anos de serviço, bem como aqueles que apresentarem copia do certificado de habilitação.

A comissão técnica deverá proceder afixação das listas dos promovidos nas respectivas escolas e municípios, num prazo de 22 dias úteis após a conclusão dos trabalhos finais.

Dados disponíveis indicam que o sector conta, actualmente, com 210 mil e 674 docentes.