Actor angolano no elenco da peça "The art of facing  fear”

  • Actor Paulo Figueira representa Angola na teatral "The Art of Fear"
Luanda - O actor Angolano Paulo Figueira foi selecionado para o elenco da peça teatral “The Arte Of Facing Fear” (a arte de encarar o medo), com estreia marcada para  19 deste mês, nos Estados Unidos da América. 

"The art of facing  fear ” é uma peça teatral em formato digital e que traz um despertar dos diferentes tipos de “medos” causados pela pandemia do novo coronavírus.

Trata-se de uma exploração sobre as diferentes possibilidades do que poderá ser o mundo e conta com um elenco de 25 actores seleccionados nos cinco continentes. 

Em declarações à ANGOP,  nesta segunda-feira, a partir da cidade de Filadélfia (Estados Unidos da América), Paulo Figueira disse sentir-se feliz em participar neste evento cultural.

Paulo Figueira diz estar motivado com o facto de representar Angola e contracenar com actores de várias nacionalidades.

Conforme o actor, o espectáculo é uma tentativa bem sucedida de uma realidade nova à nível das artes cénicas, onde a tecnologia do tele-teatro ou teatro virtual em que os actores estão geograficamente espalhados pelo mundo, mas reunidos numa plataforma digital. 

A peça é inspirada na versão brasileira de  a arte de Encarar o Medo , que explora novas linguagem para o teatro  na era digital e escrita por Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez.

 A estreia mundial de “The arte of facing Fear “ The World United Version  poderá ser acessada gratuitamente com reservas obrigatórias a serem feitas no seguinte link:bit.ly/theatreforgood.

 Paulo Figueira é membro do grupo Henrique Artes  desde 2008. Fundador, encenador e actor do grupo Atu Wa Ube Teatro  em 2001, e do grupo de teatro universitário Uniartes, em 2004. 

 Entre os principais espectáculos em que participou, destacam-se:“Erros de Palmatória”, 2003, “A Contraproposta”, 2007, “Hotel Komarka”, 2008, “Confissões”, 2011, “Até que a Morte nos separe, 2012, “Corvos ao embondeiro”, 2012 e “O Último Desejo, 2013.  

O actor frequentou várias acções de formação na área do teatro, designadamente: “Teatro de Marionetas e Fantoches” 2003, ”Curso de teatro, especialidade de elenco”, 2007, “Técnicas de Mimo”, 2008, “Curso de actuação para Teatro, TV e Cinema”, 2009, “Curso de actuação para Teatro, TV e Cinema” 2010, “Seminário sobre Desiniciação ao Teatro” e “O teatro de rua e suas bases”, 2011. 

É também actor de cinema e televisão desde 2003, com participações em projectos como “Sede de Viver”, “Windeck”, “Dima e a casa dos Rapazes”, “Stop Sida” e “A imagem”, entre outros.   

Participou em vários festivais de teatro em Angola, Brasil e Cabo Verde.

Criador do Núcleo dinamizador do Teatro Universitário de Angola, 2002.  Criador e Director do Festival de Teatro Universitário de Angola (FETU) desde 2007 e coordenador do Núcleo Criador da Associação Angolana do Teatro Universitário — ATUA. 

É professor de teatro para adolescentes. Actualmente encontra-se a residir no estado de Filadélfia (Estados Unidos da América).

"The art of facing  fear ” é uma peça teatral em formato digital e que traz um despertar dos diferentes tipos de “medos” causados pela pandemia do novo coronavírus.

Trata-se de uma exploração sobre as diferentes possibilidades do que poderá ser o mundo e conta com um elenco de 25 actores seleccionados nos cinco continentes. 

Em declarações à ANGOP,  nesta segunda-feira, a partir da cidade de Filadélfia (Estados Unidos da América), Paulo Figueira disse sentir-se feliz em participar neste evento cultural.

Paulo Figueira diz estar motivado com o facto de representar Angola e contracenar com actores de várias nacionalidades.

Conforme o actor, o espectáculo é uma tentativa bem sucedida de uma realidade nova à nível das artes cénicas, onde a tecnologia do tele-teatro ou teatro virtual em que os actores estão geograficamente espalhados pelo mundo, mas reunidos numa plataforma digital. 

A peça é inspirada na versão brasileira de  a arte de Encarar o Medo , que explora novas linguagem para o teatro  na era digital e escrita por Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez.

 A estreia mundial de “The arte of facing Fear “ The World United Version  poderá ser acessada gratuitamente com reservas obrigatórias a serem feitas no seguinte link:bit.ly/theatreforgood.

 Paulo Figueira é membro do grupo Henrique Artes  desde 2008. Fundador, encenador e actor do grupo Atu Wa Ube Teatro  em 2001, e do grupo de teatro universitário Uniartes, em 2004. 

 Entre os principais espectáculos em que participou, destacam-se:“Erros de Palmatória”, 2003, “A Contraproposta”, 2007, “Hotel Komarka”, 2008, “Confissões”, 2011, “Até que a Morte nos separe, 2012, “Corvos ao embondeiro”, 2012 e “O Último Desejo, 2013.  

O actor frequentou várias acções de formação na área do teatro, designadamente: “Teatro de Marionetas e Fantoches” 2003, ”Curso de teatro, especialidade de elenco”, 2007, “Técnicas de Mimo”, 2008, “Curso de actuação para Teatro, TV e Cinema”, 2009, “Curso de actuação para Teatro, TV e Cinema” 2010, “Seminário sobre Desiniciação ao Teatro” e “O teatro de rua e suas bases”, 2011. 

É também actor de cinema e televisão desde 2003, com participações em projectos como “Sede de Viver”, “Windeck”, “Dima e a casa dos Rapazes”, “Stop Sida” e “A imagem”, entre outros.   

Participou em vários festivais de teatro em Angola, Brasil e Cabo Verde.

Criador do Núcleo dinamizador do Teatro Universitário de Angola, 2002.  Criador e Director do Festival de Teatro Universitário de Angola (FETU) desde 2007 e coordenador do Núcleo Criador da Associação Angolana do Teatro Universitário — ATUA. 

É professor de teatro para adolescentes. Actualmente encontra-se a residir no estado de Filadélfia (Estados Unidos da América).