Artistas angolanos expõem em Lisboa

Lisboa (Da correspondente) - Uma exposição denominada "Lelu Kizua", com obras dos artistas angolanos Lino Damião e Nelo Teixeira, foi inaugurada, esta quarta-feira, em Lisboa (Portugal).

Trata-se da segunda amostra conjunta dos referidos artistas em Portugal e tem como mote um diálogo de criações artísticas entre os dois autores, que se encontravam em terras lusas no início da pandemia, em 2020.

O título da exposição “Lelu Kizua” pode ser interpretado, numa tradução livre da língua Kimbundu, como uma referência à actualidade, aos dias de hoje, mas sem esquecer as histórias que ambos os artistas viveram.

Os artistas pretendem, com esta exposição, mostrar que a relação do presente não é estribada numa nostalgia do passado, mas numa certa melancolia que se pretende pôr entre as diversas formas, figuras e personagens.

A amostra, que estará patente até ao dia 11 de Julho próximo, conta com uma co-curadoria de João Silvério e Inês Valle.

Trata-se da segunda amostra conjunta dos referidos artistas em Portugal e tem como mote um diálogo de criações artísticas entre os dois autores, que se encontravam em terras lusas no início da pandemia, em 2020.

O título da exposição “Lelu Kizua” pode ser interpretado, numa tradução livre da língua Kimbundu, como uma referência à actualidade, aos dias de hoje, mas sem esquecer as histórias que ambos os artistas viveram.

Os artistas pretendem, com esta exposição, mostrar que a relação do presente não é estribada numa nostalgia do passado, mas numa certa melancolia que se pretende pôr entre as diversas formas, figuras e personagens.

A amostra, que estará patente até ao dia 11 de Julho próximo, conta com uma co-curadoria de João Silvério e Inês Valle.