Artistas em formação sobre dança

  • Grupo de dança Onbebwa
Lubango – Coreógrafos e responsáveis de grupos carnavalescos da província da Huíla participaram, nesta quinta-feira, numa formação técnica sobre como melhorar as danças tradicionais do entrudo.

Assuntos como o “carnaval em Angola - realidades, perspectivas e sua importância”, “a dança e música: como devem ser usadas no carnaval”, “o carnaval como produto turístico cultural do povo angolano” e o “teatro, a dança e a música no carnaval” foram abordados no certame.

Promovida pela direcção local da Cultura e Turismo, a formação debruçou-se sobre “a origem do folclore carnavalesco na escola”, “ usos, hábitos e costumes do povo angolano”, “como melhorar a indumentária dos grupos”, entre outros.

Na abertura da formação, a directora municipal da Cultura e Turismo do Lubango, Luísa Caputo, destacou a sua importância, por traduzir-se na materialização das recomendações saídas aquando da auscultação que o sector realizou, em Outubro de 2020.

Disse que pretende-se melhorar a qualidade, facilitando aos artistas instrumentos que lhes permitam montar esquemas para uma boa apresentação no palco, com novidades nos estilos de dança, música e canção.

O sector da Cultura e Turismo no Lubango controla mais de 20 grupos carnavalescos infantis e de adultos, 30 de danças tradicionais e modernas e 65 coreógrafos.

Assuntos como o “carnaval em Angola - realidades, perspectivas e sua importância”, “a dança e música: como devem ser usadas no carnaval”, “o carnaval como produto turístico cultural do povo angolano” e o “teatro, a dança e a música no carnaval” foram abordados no certame.

Promovida pela direcção local da Cultura e Turismo, a formação debruçou-se sobre “a origem do folclore carnavalesco na escola”, “ usos, hábitos e costumes do povo angolano”, “como melhorar a indumentária dos grupos”, entre outros.

Na abertura da formação, a directora municipal da Cultura e Turismo do Lubango, Luísa Caputo, destacou a sua importância, por traduzir-se na materialização das recomendações saídas aquando da auscultação que o sector realizou, em Outubro de 2020.

Disse que pretende-se melhorar a qualidade, facilitando aos artistas instrumentos que lhes permitam montar esquemas para uma boa apresentação no palco, com novidades nos estilos de dança, música e canção.

O sector da Cultura e Turismo no Lubango controla mais de 20 grupos carnavalescos infantis e de adultos, 30 de danças tradicionais e modernas e 65 coreógrafos.