BJLA saúda Dia Mundial da Poesia

  • Escritora Amélia da Lomba, declamando poesia
Luanda - Os poetas e trovadores das velha e nova gerações juntaram-se sábado, em Luanda, para declamar e cantar, em celebração do Dia Mundial da Poesia.

A celebração do Dia Mundial da Poesia, que se assinala a 21 do corrente mês, decorreu ao ar livre, na Mediateca de Luanda, por iniciativa da Brigada Jovem de Literatura de Angola (BJLA), com os artistas a expressaram o seu talento, animando, durante duas horas e meia, o público presente.

Os poetas José Luís Mendonça, Lopito Feijóo e Amélia da Lomba foram os convidados especiais do certame e exibiram as suas performances na arte de declamar, tendo recebido uma reação positiva dos convivas.

A poetisa Amélia da Lomba, dentre outros temas, declamou "À Sombra do Chão", uma homenagem ao músico angolano Paulo Flores. José Luís Mendonça mexeu com a plateia com "Doce Mulher” e “Xé Mano Lourenço", enquanto Lopito Feijóo fez soar a sua voz para "Política das Tintas” e “Imaginação de Pátria".

Os jovens poetas Francklin Francisco, Jandira Teixeira e Ndimba Neto, bem como os trovadores Júlio Gil, Obadias Correia e o Coro Tocoíta completaram, com seu talento, o ambiente de festa em prol da arte. 

Em declarações à Angop, Amélia da Lomba mostrou-se feliz por ter partilhado com os jovens momentos agradáveis em torno da poesia.  

"A arte tem que ser feita com prazer, porque se não vamos desistir dela na primeira esquina”, argumenta.

Já o poeta José Luís Mendonça aproveitou a oportunidade para aconselhar a juventude a apostar cada vez mais nos hábitos de leitura para o seu desenvolvido intelectual e cultural.

O Dia Mundial da Poesia celebra-se todos os anos em 21 de Março. A data foi criada na 30ª Conferência Geral da UNESCO em 16 de Novembro de 1999.

No Dia Mundial da Poesia comemora-se a diversidade do diálogo, a livre criação de ideias através das palavras, da criatividade e da inovação. A poesia contribui para a diversidade criativa, inferindo na nossa perceção e compreensão do mundo.

A celebração do Dia Mundial da Poesia, que se assinala a 21 do corrente mês, decorreu ao ar livre, na Mediateca de Luanda, por iniciativa da Brigada Jovem de Literatura de Angola (BJLA), com os artistas a expressaram o seu talento, animando, durante duas horas e meia, o público presente.

Os poetas José Luís Mendonça, Lopito Feijóo e Amélia da Lomba foram os convidados especiais do certame e exibiram as suas performances na arte de declamar, tendo recebido uma reação positiva dos convivas.

A poetisa Amélia da Lomba, dentre outros temas, declamou "À Sombra do Chão", uma homenagem ao músico angolano Paulo Flores. José Luís Mendonça mexeu com a plateia com "Doce Mulher” e “Xé Mano Lourenço", enquanto Lopito Feijóo fez soar a sua voz para "Política das Tintas” e “Imaginação de Pátria".

Os jovens poetas Francklin Francisco, Jandira Teixeira e Ndimba Neto, bem como os trovadores Júlio Gil, Obadias Correia e o Coro Tocoíta completaram, com seu talento, o ambiente de festa em prol da arte. 

Em declarações à Angop, Amélia da Lomba mostrou-se feliz por ter partilhado com os jovens momentos agradáveis em torno da poesia.  

"A arte tem que ser feita com prazer, porque se não vamos desistir dela na primeira esquina”, argumenta.

Já o poeta José Luís Mendonça aproveitou a oportunidade para aconselhar a juventude a apostar cada vez mais nos hábitos de leitura para o seu desenvolvido intelectual e cultural.

O Dia Mundial da Poesia celebra-se todos os anos em 21 de Março. A data foi criada na 30ª Conferência Geral da UNESCO em 16 de Novembro de 1999.

No Dia Mundial da Poesia comemora-se a diversidade do diálogo, a livre criação de ideias através das palavras, da criatividade e da inovação. A poesia contribui para a diversidade criativa, inferindo na nossa perceção e compreensão do mundo.