Cadeia do Missombo será complexo museológico

  • Vista parcial da cidade de Menongue, Cuando Cubango
Menongue - A antiga cadeia de repressão colonial da comuna do Missombo, situada a 18 quilómetros a sul de Menongue (Cuando Cubango), vai ser reabilitada e transformada em complexo museológico, a partir do segundo semestre do corrente ano.

A informação foi avançada hoje (terça-feira) pelo director do Gabinete da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos do Cuando Cubango, Afonso Rafael Dala, no âmbito da celebração do Dia Internacional dos Museus, que se assinala hoje (18).

Sem avançar os custos da reabilitação, o responsável precisou que esta obra está inserida no Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

Acrescentou que a concretização do projecto irá proporcionar melhor conservação da realidade cultural e transmissão contínua sobre a Historia/Cutura de Angola às novas e futuras gerações.

Para o director, os fazedores da cultura devem, doravante, dar maior atenção na pesquisa do acervo cultural da província do Cuando Cubango, uma tarefa que deve ser feita junto dos mais velhos conhecedores da realidade histórica e cultural do povo dessa região do país e não só.

Segundo Afonso Rafael Dala, muitos conhecedores da realidade histórica e cultural do Cuando Cubango, mesmo de forma oral, devem ser explorados nesta vertente para a sua devida e correcta descrição.

Através do decreto executivo 62/18, de 20 de Abril, o Ministério da Cultura aprovou a classificação como "Património Histórico-Cultural Nacional" da "Cadeia de Repressão Colonial do Missombo".

A cadeia, construída entre 1961 e 1962, chegou a albergar 800 prisioneiros, entre os quais vários nacionalistas angolanos que participaram em acções contra o regime colonial português.

A informação foi avançada hoje (terça-feira) pelo director do Gabinete da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos do Cuando Cubango, Afonso Rafael Dala, no âmbito da celebração do Dia Internacional dos Museus, que se assinala hoje (18).

Sem avançar os custos da reabilitação, o responsável precisou que esta obra está inserida no Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

Acrescentou que a concretização do projecto irá proporcionar melhor conservação da realidade cultural e transmissão contínua sobre a Historia/Cutura de Angola às novas e futuras gerações.

Para o director, os fazedores da cultura devem, doravante, dar maior atenção na pesquisa do acervo cultural da província do Cuando Cubango, uma tarefa que deve ser feita junto dos mais velhos conhecedores da realidade histórica e cultural do povo dessa região do país e não só.

Segundo Afonso Rafael Dala, muitos conhecedores da realidade histórica e cultural do Cuando Cubango, mesmo de forma oral, devem ser explorados nesta vertente para a sua devida e correcta descrição.

Através do decreto executivo 62/18, de 20 de Abril, o Ministério da Cultura aprovou a classificação como "Património Histórico-Cultural Nacional" da "Cadeia de Repressão Colonial do Missombo".

A cadeia, construída entre 1961 e 1962, chegou a albergar 800 prisioneiros, entre os quais vários nacionalistas angolanos que participaram em acções contra o regime colonial português.