Camões acolhe exposição Folk Tales de Evan Cláver

  • Exposição
Luanda - O Centro Cultural Português (CCP) acolhe, desde esta quarta-feira, a exposição de artes plásticas intitulada “Folk Tales” (Contos Populares), do artista plástico angolano Evan Cláver.

Folk Tales é a sua primeira exposição individual, na qual o artista procura explorar os extremos da percepção, misturando linguagens do cinema, fotografia, comunicação social e pintura, invocando quadros de comédia, costumes e tragédia retirados do quotidiano e imaginário popular angolanos.

A sátira política e social, pontuada por uma permanente ironia, são as ferramentas do artista para questionar a veracidade dos media e a passividade (alienação) do observador. Provocação, fascínio e excesso são fios condutores do seu trabalho, através dos quais o artista lembra tanto a beleza como a(s) ironia(s) da vida.

No conjunto da exposição, o público poderá apreciar cerca de 28 peças artísticas, correspondentes a 21 composições, nas quais as legendas surgem impregnadas de sentido e constituem um elemento indispensável à interpretação das obras.

Evan Cláver revela ainda a sua vocação cinematográfica com a apresentação de uma curta-metragem intitulada “Enóquio”. A exposição ficará patente ao público até ao próximo dia 25 de Fevereiro.

Evan Cláver é um artista autodidata que começou a desenhar muito novo, tendo trabalhado também nas áreas do vídeo e do cinema.

 

Folk Tales é a sua primeira exposição individual, na qual o artista procura explorar os extremos da percepção, misturando linguagens do cinema, fotografia, comunicação social e pintura, invocando quadros de comédia, costumes e tragédia retirados do quotidiano e imaginário popular angolanos.

A sátira política e social, pontuada por uma permanente ironia, são as ferramentas do artista para questionar a veracidade dos media e a passividade (alienação) do observador. Provocação, fascínio e excesso são fios condutores do seu trabalho, através dos quais o artista lembra tanto a beleza como a(s) ironia(s) da vida.

No conjunto da exposição, o público poderá apreciar cerca de 28 peças artísticas, correspondentes a 21 composições, nas quais as legendas surgem impregnadas de sentido e constituem um elemento indispensável à interpretação das obras.

Evan Cláver revela ainda a sua vocação cinematográfica com a apresentação de uma curta-metragem intitulada “Enóquio”. A exposição ficará patente ao público até ao próximo dia 25 de Fevereiro.

Evan Cláver é um artista autodidata que começou a desenhar muito novo, tendo trabalhado também nas áreas do vídeo e do cinema.