Cultura consternada com falecimento de Firmino Ribeiro

Luanda - O Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente manifestou, neste sábado, a sua consternação pelo falecimento do artista plástico e músico Firmino Ribeiro, ocorrido no dia 22 deste mês, em Luanda, vítima de doença.

Numa nota de condolências, enviada hoje, sábado, à Angop, o Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente refere que a obra de Firmino Ribeiro constitui um património inquestionável, do ponto de vista histórico e artístico.

Refere que o conjunto das obras deixadas por Firmino Ribeiro espelha, sob a técnica realismo, a vida política, cultural e social de Angola.

Após a independência do país, alcançada a 11 de Novembro de 1975, Firmino Ribeiro teve um reconhecimento formal, a nível do MPLA, cujo diploma foi assinado pelo então Presidente da República, António Agostinho Neto, em que enalteceu os seus feitos.

Firmino Ribeiro foi um dos autores do famoso retrato do Presidente Agostinho Neto feito em desenho a carvão.

Firmino Ribeiro gravou ainda, em desenho a carvão, outros heróis angolanos da luta de libertação armada, nomeadamente Valódia, Hoji ya Henda, Américo Boavida, Dangereux, Eurico, entre outros.

Nascido aos 25 de Agosto de 1946, na cidade do Sumbe, província do Cuanza Sul, Mendes Ribeiro, foi membro fundador da União Nacional dos Artistas Plásticos (UNAP) e da União Nacional dos Artistas e Compositores (UNAC).

Numa nota de condolências, enviada hoje, sábado, à Angop, o Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente refere que a obra de Firmino Ribeiro constitui um património inquestionável, do ponto de vista histórico e artístico.

Refere que o conjunto das obras deixadas por Firmino Ribeiro espelha, sob a técnica realismo, a vida política, cultural e social de Angola.

Após a independência do país, alcançada a 11 de Novembro de 1975, Firmino Ribeiro teve um reconhecimento formal, a nível do MPLA, cujo diploma foi assinado pelo então Presidente da República, António Agostinho Neto, em que enalteceu os seus feitos.

Firmino Ribeiro foi um dos autores do famoso retrato do Presidente Agostinho Neto feito em desenho a carvão.

Firmino Ribeiro gravou ainda, em desenho a carvão, outros heróis angolanos da luta de libertação armada, nomeadamente Valódia, Hoji ya Henda, Américo Boavida, Dangereux, Eurico, entre outros.

Nascido aos 25 de Agosto de 1946, na cidade do Sumbe, província do Cuanza Sul, Mendes Ribeiro, foi membro fundador da União Nacional dos Artistas Plásticos (UNAP) e da União Nacional dos Artistas e Compositores (UNAC).