Escritos angolanos serviram como meio de propaganda na época colonial

  • Livros de José Mena Abrante apresentado no Elinga Teatro
Luanda –  O historiador Alberto Oliveira Pinto destacou, nesta quinta-feira, que obras literárias africanas, em geral, e angolanas, em particular, serviram, durante a época colonial, como meio de propaganda, muitas sem intenção dos autores.

O professor, que falava na conferência, via zoom, promovida pela Academia de Letras Angolanas, essas obras na época (metade do século XX) foram menosprezadas por serem escritas por africanos.

"Na época colonial, os colonizadores procuravam menosprezar a literatura africana e exaltar as outras literaturas", reforçou.

Por conta disso, prosseguiu, muitas das obras de escritores africanos foram plagiadas por outros escritores.

Alberto Oliveira Pinto destacou a necessidade de se falar mais nos médias, escolas, conversar, escrever e partilhar conhecimentos sobre a literatura colonial para que a história seja conhecida por várias gerações.

O historiador abordou, durante a sua intervenção, o tema “ Angola e os angolanos na literatura colonial portuguesa da primeira metade do séc. XX”.

O evento decorreu sob o tema "Angola e os angolanos na literatura colonial portuguesa da primeira metade do séc. XX" e contou com a participação de vários convidados de Angola, Portugal, Brasil e Moçambique.

O professor, que falava na conferência, via zoom, promovida pela Academia de Letras Angolanas, essas obras na época (metade do século XX) foram menosprezadas por serem escritas por africanos.

"Na época colonial, os colonizadores procuravam menosprezar a literatura africana e exaltar as outras literaturas", reforçou.

Por conta disso, prosseguiu, muitas das obras de escritores africanos foram plagiadas por outros escritores.

Alberto Oliveira Pinto destacou a necessidade de se falar mais nos médias, escolas, conversar, escrever e partilhar conhecimentos sobre a literatura colonial para que a história seja conhecida por várias gerações.

O historiador abordou, durante a sua intervenção, o tema “ Angola e os angolanos na literatura colonial portuguesa da primeira metade do séc. XX”.

O evento decorreu sob o tema "Angola e os angolanos na literatura colonial portuguesa da primeira metade do séc. XX" e contou com a participação de vários convidados de Angola, Portugal, Brasil e Moçambique.