Feira do livro expõe mais de mil obras

  • Lunda Sul: Vista parcial da Cidade de Saurimo
Saurimo – Mil e 200 livros de diversos autores nacionais e estrangeiros estão expostos desde hoje, terça-feira, em Saurimo, província Lunda Sul, no âmbito do Dia do Herói Nacional, António Agostinho Neto, a assinalar-se a 17 do corrente mês.

Numa iniciativa do movimento literário Lev´Arte, a feira, que terá a duração de cinco dias, conta com um espaço para facilitar a leitura e aprendizagem aos amantes da literatura.

Os livros expostos são, essencialmente, académicos e artísticos, com destaque para as áreas de pedagogia, direito, psicologia, motivacional, matemática, filosofia, sociologia, línguas portuguesa e inglesa, poesia e contos.

Em declarações à ANGOP, o coordenador do planeamento e controlo do movimento literário na Lunda Sul, Noé Jamba, disse que a actividade será extensiva aos quatro municípios, com o objectivo de apresentar e aproximar as obras literárias aos jovens.

Sublinhou que a iniciativa visa ainda atrair os jovens ao gosto pela leitura e escrita, bem como por ser meio de comunicação, contribuir na melhoria da fala, com maior incidência para os estudantes do curso de línguas (português e inglês).

Noé Jamba afirmou que, além da feira de livros, consta no programa a abertura de núcleos nos municípios do Cacolo e Dala, a realização de oficinas do conhecimento, colóquio, concursos de redacção e leitura.

Numa iniciativa do movimento literário Lev´Arte, a feira, que terá a duração de cinco dias, conta com um espaço para facilitar a leitura e aprendizagem aos amantes da literatura.

Os livros expostos são, essencialmente, académicos e artísticos, com destaque para as áreas de pedagogia, direito, psicologia, motivacional, matemática, filosofia, sociologia, línguas portuguesa e inglesa, poesia e contos.

Em declarações à ANGOP, o coordenador do planeamento e controlo do movimento literário na Lunda Sul, Noé Jamba, disse que a actividade será extensiva aos quatro municípios, com o objectivo de apresentar e aproximar as obras literárias aos jovens.

Sublinhou que a iniciativa visa ainda atrair os jovens ao gosto pela leitura e escrita, bem como por ser meio de comunicação, contribuir na melhoria da fala, com maior incidência para os estudantes do curso de línguas (português e inglês).

Noé Jamba afirmou que, além da feira de livros, consta no programa a abertura de núcleos nos municípios do Cacolo e Dala, a realização de oficinas do conhecimento, colóquio, concursos de redacção e leitura.