Grupo Kalofulofo Wino wa Matemba vence PNCA

Luanda - O grupo de dança tradicional Kalofulofo Wino wa Matemba venceu a presente edição do Prémio Nacional de Cultura e Artes (PNCA), cujos resultados foram anunciados, nesta sexta-feira, em Luanda.

Conforme a nota explicativa do júri presidido pelo académico José Octávio Serra Van-Dúnem, o  grupo é distinguido pela sua antiguidade e pela sua inestimável contribuição para o ensino e divulgação da dança e da música da região cultural do Leste de Angola, em particular das culturas cokwe e lwena.

O grupo, criado em 1978 e sediado na província do Moxico, tem efectuado um importante trabalho na preservação de um património genuíno utilizando, para o efeito, um sistema de métodos de transmissão antigos com a preocupação de se manter o mais fiel possível aos padrões herdados ao longo dos tempos.

O PNCA é a mais importante distinção do Estado Angolano neste sector, tendo como principal objectivo incentivar a criação artística e cultural, bem como a investigação científica no domínio das ciências humanas e sociais.

É atribuído nas categorias de literatura, artes plásticas, dança, música, teatro, cinema e audiovisuais, investigação em ciências humanas e sociais, festividades culturais populares e jornalismo cultural.

O prémio constitui uma homenagem e incentivo ao génio criador dos angolanos, de modo a perpetuar entre os cidadãos ideias tendentes à compreensão das múltiplas formas de criação artística e diversidade das manifestações linguísticas e culturais do povo e da Nação.

Conforme a nota explicativa do júri presidido pelo académico José Octávio Serra Van-Dúnem, o  grupo é distinguido pela sua antiguidade e pela sua inestimável contribuição para o ensino e divulgação da dança e da música da região cultural do Leste de Angola, em particular das culturas cokwe e lwena.

O grupo, criado em 1978 e sediado na província do Moxico, tem efectuado um importante trabalho na preservação de um património genuíno utilizando, para o efeito, um sistema de métodos de transmissão antigos com a preocupação de se manter o mais fiel possível aos padrões herdados ao longo dos tempos.

O PNCA é a mais importante distinção do Estado Angolano neste sector, tendo como principal objectivo incentivar a criação artística e cultural, bem como a investigação científica no domínio das ciências humanas e sociais.

É atribuído nas categorias de literatura, artes plásticas, dança, música, teatro, cinema e audiovisuais, investigação em ciências humanas e sociais, festividades culturais populares e jornalismo cultural.

O prémio constitui uma homenagem e incentivo ao génio criador dos angolanos, de modo a perpetuar entre os cidadãos ideias tendentes à compreensão das múltiplas formas de criação artística e diversidade das manifestações linguísticas e culturais do povo e da Nação.