João Miranda com nova obra no mercado literário

  • João Bernardo de Miranda, Ex-Governador do Bengo
Luanda - O escritor João Miranda publicou o seu novo romance “Nova Evangelização, precisa-se?”, trazido à estampa pela editora Guerra e Paz.

Segundo a editora, trata-se de uma história em que as mulheres são as protagonistas – mães, irmãs, amigas, esposas, vítimas, adúlteras, na vida familiar, no trabalho, no catolicismo.

O autor, num longo conto em torno da poligamia, cria o embate entre o peso da herança cultural africana e uma corrente feminista que quer fazer valer os seus direitos, numa luta entre os sexos que continua actual na sociedade angolana.

João Miranda tem várias obras publicadas, entre as quais “Nambuangongo” (1998), um romance sobre a guerra povoação do norte de Angola, na província do Bengo, ocupada pelos nacionalistas angolanos no início da guerra anti-colonial, em 1961.

Conta ainda com Pathelo-a-Kuma - O menino de Inteligente” (2003), levada à cena em Portugal, no Porto, pelo encenador João Luiz.

Em 2012, publicou o romance “Hebo”.

João Bernardo de Miranda nasceu a 18 de Julho de 1953,  no Dande, província do Bengo. Desempenhou as funções de deputado do MPLA e ministro das Relações Exteriores (1999 a 2008).

É membro fundador da União dos Jornalistas Angolanos (UJA), da União dos Escritores Angolanos (UEA). Jurista e actual Embaixador de Angola em França, exerceu a função de enviado especial da União Africana na Guiné Bissau, e teve como missão, a nível desta organização, instaurar a reconciliação para as eleições presidenciais e reforma da defesa e segurança.

Exerceu ainda os cargos de vice-ministro da Comunicação Social e vice-ministro das Relações Exteriores. É membro da Ordem dos Advogados de Angola.