Manuel Rui Monteiro anuncia publicação de novas obras

  • Escritor Manuel Rui Monteiro
BLuanda - O escritor Manuel Rui Monteiro anunciou, este sábado, em Luanda, a apresentação, para breve, de novas obras literárias, com destaque para a Boneca de Trapos, o Boxer benguelense e dois livros de poesias.

O anúncio foi feito pelo escritor à margem da primeira exposição individual do artista plástico Júlio Pintos.

Manuel Rui Monteiro explicou que trata-se de quatro obras literárias, nomeadamente a “Boneca de Trapo”, do género infanto-juvenil e “ O boxer benguelense“,  que retrata a história de um angolano que correu o mundo e chegou a ser campeão no Brasil, e duas obras de poesias, já totalmente concluídas.

Na ocasião, o autor não precisou a data da apresentação das referidas obras.

Manuel Rui Alves Monteiro, natural do Huambo, nasceu a 4 de Novembro de 1941, é um escritor angolano, autor de poesia, contos, romances e obras para o teatro.

Muitos dos seus trabalhos contêm ironia, comédia e humor sobre o que ocorreu após a independência de Angola.

Já publicou obras como “ 11 Poemas em Novembro”, “Regresso Adiado Lisboa” e “ Quem Me Dera Ser Onda “, entre outras obras.

Manuel Rui é membro fundador da União dos Artistas e Compositores Angolanos , da União dos Escritores Angolanos e da Sociedade de Autores Angolanos. É autor da letra do Hino Nacional de Angola.

 

O anúncio foi feito pelo escritor à margem da primeira exposição individual do artista plástico Júlio Pintos.

Manuel Rui Monteiro explicou que trata-se de quatro obras literárias, nomeadamente a “Boneca de Trapo”, do género infanto-juvenil e “ O boxer benguelense“,  que retrata a história de um angolano que correu o mundo e chegou a ser campeão no Brasil, e duas obras de poesias, já totalmente concluídas.

Na ocasião, o autor não precisou a data da apresentação das referidas obras.

Manuel Rui Alves Monteiro, natural do Huambo, nasceu a 4 de Novembro de 1941, é um escritor angolano, autor de poesia, contos, romances e obras para o teatro.

Muitos dos seus trabalhos contêm ironia, comédia e humor sobre o que ocorreu após a independência de Angola.

Já publicou obras como “ 11 Poemas em Novembro”, “Regresso Adiado Lisboa” e “ Quem Me Dera Ser Onda “, entre outras obras.

Manuel Rui é membro fundador da União dos Artistas e Compositores Angolanos , da União dos Escritores Angolanos e da Sociedade de Autores Angolanos. É autor da letra do Hino Nacional de Angola.