MCTA reforma fundo cultural

  • Jomo Fortunato, Ministro da Cultura
Luanda - O ministro da Cultura, Turismo e Ambiente, Jomo Fortunato, informou, esta quinta-feira, estar em curso a reforma do Fundo do Ambiente, para sua transformação em fundo da cultura, turismo e ambiente e melhorar a actuação  da Agência Nacional de Resíduos.

O governante, que falava na sessão de abertura do 1° Conselho Consultivo Alargado do Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente, anunciou a criação de equipas visando o estudo da situação social dos artistas, o apoio às associações ambientais, bem como o fomento à actividade turística, com destaque para o turismo interno, no contexto da Covid-19, que obriga a medidas de biossegurança e distanciamento físico.

Deste modo, disse, impõe-se a reflexão sobre a política cultural, de modo a adequa-la ao actual contexto. 

"Deste instrumento decorre a necessidade de ser promovida uma ampla discussão, sobre a futura política cultural do país, assente na realidade local e no respeito pelos valores da angolanidade, ancestralidade e da modernidade, ao nível das mais diversas manifestações e expressões artísticas e culturais", acrescentou.

O governante, que falava na sessão de abertura do 1° Conselho Consultivo Alargado do Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente, anunciou a criação de equipas visando o estudo da situação social dos artistas, o apoio às associações ambientais, bem como o fomento à actividade turística, com destaque para o turismo interno, no contexto da Covid-19, que obriga a medidas de biossegurança e distanciamento físico.

Deste modo, disse, impõe-se a reflexão sobre a política cultural, de modo a adequa-la ao actual contexto. 

"Deste instrumento decorre a necessidade de ser promovida uma ampla discussão, sobre a futura política cultural do país, assente na realidade local e no respeito pelos valores da angolanidade, ancestralidade e da modernidade, ao nível das mais diversas manifestações e expressões artísticas e culturais", acrescentou.