Ministro da Cultura consternado com morte de José Paulo Esteves

  • Artista plástico, Paulo Esteves
Luanda - O ministro da Cultura, Turismo e Ambiente, Jomo Fortunato, manifestou-se esta quarta-feira, consternado com a morte do artista plástico José Paulo Esteves.

O pintor e desenhista morreu, em Luanda, vítima de doença.

Em mensagem de condolências, a que a ANGOP teve acesso, o governante destaca o contributo do criador na afirmação da cultura angolana.

Paulo Jazz, como é também conhecido, é detentor de vários prémios, dentre os quais o de artes plásticas do Centro Internacional das Civilizações Bantu (CICIBA), em 1987.

Com 54 anos de carreira, Paulo Esteves era um exímio artista plástico que deixa as suas obras espalhadas em colecções particulares, galerias e museus de África, Europa, Ásia, América do Sul e América do Norte.

Paulo Jazz nasceu em Luanda, em 1957, e é co-fundador da União Nacional dos Artistas (UNAP).

O pintor e desenhista morreu, em Luanda, vítima de doença.

Em mensagem de condolências, a que a ANGOP teve acesso, o governante destaca o contributo do criador na afirmação da cultura angolana.

Paulo Jazz, como é também conhecido, é detentor de vários prémios, dentre os quais o de artes plásticas do Centro Internacional das Civilizações Bantu (CICIBA), em 1987.

Com 54 anos de carreira, Paulo Esteves era um exímio artista plástico que deixa as suas obras espalhadas em colecções particulares, galerias e museus de África, Europa, Ásia, América do Sul e América do Norte.

Paulo Jazz nasceu em Luanda, em 1957, e é co-fundador da União Nacional dos Artistas (UNAP).