Músico Teta Lágrimas repousa no Cemitério do Benfica

  • Músico Teta Lagrimas numa das suas actuações no centro Cultural Kilamba
Luanda – Os restos mortais do músico Teta Lágrimas foram a enterrar neste sábado, no Cemitério do Benfica, Luanda.

O músico morreu na passada terça-feira, 24, vítima de doença.

Oriundo de uma família de artistas, com destaque para o seu falecido irmão Teta Lando, Teta Lágrimas notabilizou-se com as canções “Essa preta me mata”, “Amor em crise”, “Luanda já foste linda” e “Amizade colorida”, conjunto de temas de sucesso que marcaram importantes momentos da música angolana.

Abel Lágrimas da Conceição Santos Teta, nascido na província do Zaire, começou a cantar em 1974, imitando, na altura, canções do seu irmão mais velho,Teta Lando.

O seu primeiro disco foi gravado na República Democrática do Congo (RDC).

Tem publicadas oito obras discográficas, nomeadamente “Mãe de todos nós”, “Coisas da vida”, “Dilema”, “Luanda já foste linda”, “Renascente Esperança”, “Genuinamente”, “Letra chorada” e “Amizade Colorida”, em memória ao irmão Teta Lando, bem como o DVD “Letra Chorada”.

 

O músico morreu na passada terça-feira, 24, vítima de doença.

Oriundo de uma família de artistas, com destaque para o seu falecido irmão Teta Lando, Teta Lágrimas notabilizou-se com as canções “Essa preta me mata”, “Amor em crise”, “Luanda já foste linda” e “Amizade colorida”, conjunto de temas de sucesso que marcaram importantes momentos da música angolana.

Abel Lágrimas da Conceição Santos Teta, nascido na província do Zaire, começou a cantar em 1974, imitando, na altura, canções do seu irmão mais velho,Teta Lando.

O seu primeiro disco foi gravado na República Democrática do Congo (RDC).

Tem publicadas oito obras discográficas, nomeadamente “Mãe de todos nós”, “Coisas da vida”, “Dilema”, “Luanda já foste linda”, “Renascente Esperança”, “Genuinamente”, “Letra chorada” e “Amizade Colorida”, em memória ao irmão Teta Lando, bem como o DVD “Letra Chorada”.