Venezuela realiza 7º festival cultural africano

Luanda - A República da Venezuela realiza o 7º Festival Cultural com os Povos de África, em formato virtual, no próximo dia 25 de Maio, em Caracas.

O anúncio foi feito à ANGOP, em Luanda, pelo embaixador daquele país em Angola, Marlon Labrador, disse que pretenderem associar a iniciativa às celebrações do 25 de Maio, dia dedicado a África.


O festival, a decorrer sob o lema “África e Venezuela: Dança e Canto pela Unidade”, deverá contar com a participação de artistas de diferentes manifestações culturais, como literatura, poesia, música, dança, pintura e artes plásticas.

Segundo o diplomata, o propósito do festival é estreitar as relações de amizade e cooperação entre a Venezuela e os países africanos, razão por que convida os fazedores de cultura de Angola a participarem do evento.

Marlo Labrador adiantou que os interessados em participar do evento devem, para tal, enviar os seus

trabalhos por via diplomática para a embaixada.

“Estamos a convidar artistas de referência em Angola para participarem. Conforme a situação da pandemia está, a complicar o processo de deslocação, vamos fazer num formato virtual”, reafirmou o embaixador da Venezuela em Angola.

O anúncio foi feito à ANGOP, em Luanda, pelo embaixador daquele país em Angola, Marlon Labrador, disse que pretenderem associar a iniciativa às celebrações do 25 de Maio, dia dedicado a África.


O festival, a decorrer sob o lema “África e Venezuela: Dança e Canto pela Unidade”, deverá contar com a participação de artistas de diferentes manifestações culturais, como literatura, poesia, música, dança, pintura e artes plásticas.

Segundo o diplomata, o propósito do festival é estreitar as relações de amizade e cooperação entre a Venezuela e os países africanos, razão por que convida os fazedores de cultura de Angola a participarem do evento.

Marlo Labrador adiantou que os interessados em participar do evento devem, para tal, enviar os seus

trabalhos por via diplomática para a embaixada.

“Estamos a convidar artistas de referência em Angola para participarem. Conforme a situação da pandemia está, a complicar o processo de deslocação, vamos fazer num formato virtual”, reafirmou o embaixador da Venezuela em Angola.