Bombardeiros B-52 dos EUA atravessam Israel rumo ao Golfo Pérsico

  • Bandeira USA
Jerusalém - Dois bombardeiros estratégicos dos EUA B-52 Stratofortress foram vistos neste domingo (17) a atravessar o espaço aéreo israelita em direcção ao Golfo Pérsico, escreve o jornal Yedioth Ahronoth.

"Esta é a quinta vez nos últimos meses que um avião americano deste modelo em particular é visto a passar na zona", avança o diário israelita sem fornecer mais detalhes.

Os voos das aeronaves militares B-52 têm sido realizados desde Novembro de 2020, com o último a ser comunicado a 07 de Janeiro.

Na semana passada os bombardeiros participaram de um exercício conjunto com aviões da Força Aérea da Arábia Saudita.

A imprensa americana informou no sábado que mísseis balísticos de longo alcance lançados pelo Irão durante exercícios caíram a cerca de 160 quilómetros do grupo do porta-aviões norte-americano USS Nimitz.

As tensões na região intensificaram-se após o Irão ter acusado Israel de ter assassinado o físico nuclear Mohsen Fakhrizadeh no final de Novembro passado.

Algumas autoridades iranianas também indicaram o envolvimento dos EUA e da Arábia Saudita no atentado.

"Esta é a quinta vez nos últimos meses que um avião americano deste modelo em particular é visto a passar na zona", avança o diário israelita sem fornecer mais detalhes.

Os voos das aeronaves militares B-52 têm sido realizados desde Novembro de 2020, com o último a ser comunicado a 07 de Janeiro.

Na semana passada os bombardeiros participaram de um exercício conjunto com aviões da Força Aérea da Arábia Saudita.

A imprensa americana informou no sábado que mísseis balísticos de longo alcance lançados pelo Irão durante exercícios caíram a cerca de 160 quilómetros do grupo do porta-aviões norte-americano USS Nimitz.

As tensões na região intensificaram-se após o Irão ter acusado Israel de ter assassinado o físico nuclear Mohsen Fakhrizadeh no final de Novembro passado.

Algumas autoridades iranianas também indicaram o envolvimento dos EUA e da Arábia Saudita no atentado.