Casa Branca diz que vai ignorar discurso de Trump a conservadores

  • EUA: Vista Frontal do Edifício da Casa Branca
Washington - A Casa Branca, agora sob liderança de Joe Biden, deixou claro que vai ignorar o discurso de Donald Trump hoje numa conferência conservadora na Flórida, na qual o ex-presidente deverá realizar um ataque contra o seu sucessor.

"O nosso foco certamente não está no que o (ex-)presidente Trump vai dizer" na Conferência de Acção Política Conservadora, disse aos repórteres a secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki.

É uma estratégia que funcionou antes, dizem veteranos e historiadores políticos.

"Biden está a obedecer a uma velha regra política, que é 'Nunca entre na frente de um trem que está a descarrilar'", disse Bob Shrum, ex-estrategista democrata e director do Centro para o Futuro Político da Universidade do Sul da Califórnia.

Os índices de aprovação de Biden nas pesquisas da Gallup --empresa de consultoria e análise-- permaneceram acima de 55% desde que assumiu o cargo a 20 de Janeiro, e o apoio ao pacote de alívio de 1,9 trilhões de dólares da Casa Branca é maior.

"O nosso foco certamente não está no que o (ex-)presidente Trump vai dizer" na Conferência de Acção Política Conservadora, disse aos repórteres a secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki.

É uma estratégia que funcionou antes, dizem veteranos e historiadores políticos.

"Biden está a obedecer a uma velha regra política, que é 'Nunca entre na frente de um trem que está a descarrilar'", disse Bob Shrum, ex-estrategista democrata e director do Centro para o Futuro Político da Universidade do Sul da Califórnia.

Os índices de aprovação de Biden nas pesquisas da Gallup --empresa de consultoria e análise-- permaneceram acima de 55% desde que assumiu o cargo a 20 de Janeiro, e o apoio ao pacote de alívio de 1,9 trilhões de dólares da Casa Branca é maior.