Companhias aéreas suspendem voos para Israel

Jerusalém - À medida que o conflito entre Israel e palestinianos se agrava, várias companhias aéreas suspenderam os serviços para a região, em meio aos esforços diplomáticos para conter a espiral de violência.

A espanhola Iberia informou que "cancelou os voos Madrid-Tel Aviv de hoje (quinta-feira) e de sexta-feira".

Um porta-voz da Iberia disse à AFP que a companhia "tomará decisões com base na evolução dos acontecimentos".

A companhia aérea americana Delta suspendeu o serviço entre Tel Aviv e Nova Iorque "para garantir a segurança dos seus clientes e funcionários".

O porta-voz da American Airlines indicou que "cancelamos os nossos voos entre JFK (aeroporto de Nova Iorque) e Tel Aviv até 15 de Maio".

A United, que opera 18 vezes por semana para Israel a partir de diferentes cidades dos Estados Unidos, também suspendeu os seus voos.

A russa Aeroflot anunciou o cancelamento do voo Moscovo-Tel Aviv de 14 de Maio, sem especificar se cancelará o mesmo voo nos dias seguintes.

A holandesa KLM também interrompeu os voos por enquanto, assim como a British Airways e a Virgin Atlantic.

Na Alemanha, a Lufthansa cancelou os voos de quinta e sexta-feira, acrescentando que "espera retomar os voos para Israel no sábado".

A companhia aérea polaca LOT indicou, por sua vez, que "suspende os voos para Israel por enquanto".

A espanhola Iberia informou que "cancelou os voos Madrid-Tel Aviv de hoje (quinta-feira) e de sexta-feira".

Um porta-voz da Iberia disse à AFP que a companhia "tomará decisões com base na evolução dos acontecimentos".

A companhia aérea americana Delta suspendeu o serviço entre Tel Aviv e Nova Iorque "para garantir a segurança dos seus clientes e funcionários".

O porta-voz da American Airlines indicou que "cancelamos os nossos voos entre JFK (aeroporto de Nova Iorque) e Tel Aviv até 15 de Maio".

A United, que opera 18 vezes por semana para Israel a partir de diferentes cidades dos Estados Unidos, também suspendeu os seus voos.

A russa Aeroflot anunciou o cancelamento do voo Moscovo-Tel Aviv de 14 de Maio, sem especificar se cancelará o mesmo voo nos dias seguintes.

A holandesa KLM também interrompeu os voos por enquanto, assim como a British Airways e a Virgin Atlantic.

Na Alemanha, a Lufthansa cancelou os voos de quinta e sexta-feira, acrescentando que "espera retomar os voos para Israel no sábado".

A companhia aérea polaca LOT indicou, por sua vez, que "suspende os voos para Israel por enquanto".