Covid-19: Estados Unidos contam 2.337 mortos e 71.836 casos em 24 horas

Washington - Os Estados Unidos registaram 2.337 mortos causados pela covid-19 nas últimas 24 horas, e 71.836 casos, indicou na quarta-feira a contagem independente da Universidade norte-americana Johns Hopkins.

Desde o início da pandemia, o país acumulou 504.819 óbitos e 28.327.996 casos da doença.

Os Estados Unidos são o país com mais mortes devido à covid-19 e também com mais casos de infecção.

O Presidente norte-americano, Joe Biden, estimou que a doença venha a causar mais de 600 mil mortos ao todo, no país.

Por seu lado, o Instituto de Métricas e Avaliações de Saúde da Universidade de Washington, em cujos modelos de projecção a Casa Branca se baseia com frequência, previu cerca de 615 mil mortos até Junho.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.486.116 mortos no mundo, resultantes de mais de 112 milhões de casos de infecção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.136 pessoas dos 800.586 casos de infecção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direcção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Desde o início da pandemia, o país acumulou 504.819 óbitos e 28.327.996 casos da doença.

Os Estados Unidos são o país com mais mortes devido à covid-19 e também com mais casos de infecção.

O Presidente norte-americano, Joe Biden, estimou que a doença venha a causar mais de 600 mil mortos ao todo, no país.

Por seu lado, o Instituto de Métricas e Avaliações de Saúde da Universidade de Washington, em cujos modelos de projecção a Casa Branca se baseia com frequência, previu cerca de 615 mil mortos até Junho.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.486.116 mortos no mundo, resultantes de mais de 112 milhões de casos de infecção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.136 pessoas dos 800.586 casos de infecção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direcção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.